segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Surf - Morre aos 94 Anos de Idade o Primeiro Surfista do Brasil

Thomas Rittscher Júnior, o pioneiro do surfe brasileiro

O surfe brasileiro está de luto em razão da morte do pioneiro da modalidade no Brasil, o norte-americano Thomas Ernest Rittscher Junior, primeiro homem a surfar no litoral brasileiro

Ele teve morte natural na manhã da ultima quinta-feira(24) e foi velado na Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos, antes de ter o corpo cremado.

Nascido em New Jersey, em 1917, Rittscher mudou-se para Santos, no litoral de São Paulo, em 1930, e quatro anos depois criou a primeira prancha de surfe que se tem registro no Brasil. Além de fabricar a prancha com base em uma reportagem da revista norte-americana “Popular Mechanics”, Rittscher surfou a primeira onda do Brasil, em 1934, na Praia do Gonzaga, em Santos.

Thomas Ernest Rittscher Junior

Depois de iniciar o esporte, ele ajudou João Roberto Haffers, o Juá, e Osmar Gonçalves, a criarem a segunda prancha do país. Eles então passaram a chamar atenção para o surfe pelas praias de Santos, dando os primeiros passos para a modalidade, que teve um crescimento nos anos 60 e 70 no Rio de Janeiro e hoje está espalhada pelo Brasil.

Thomas Ernest Rittscher Junior

Além de pioneiro e incentivador dos primeiros surfistas do Brasil, Rittscher também influenciou a sua irmã, Margot Rittscher, a iniciar no esporte e ela é a primeira mulher a surfar no Brasil. Rittscher teve uma vida dedicada ao esporte e praticou outras modalidades, como vela, remo, atletismo e natação. Em 2002, ele recebeu o título de Cidadão Santista.

Um comentário: