domingo, 8 de abril de 2012

Bodyboard - Cearense de Bodyboard 2012

Por: Carlos Bezerra / Assessoria de Imprensa da FBCE em 08/04/2012hs
Fábio Rodrigues decola alto para levar o título . Foto:Tainan Monte / High Score
Surfstore Super Bodyboard
Para muitos a ficha ainda não caiu, comentou Amadeu Junior. Três dias de Cearense de Bodyboarding e mais de 130 inscritos é muito forte e significativo. Como disse Paulo de Tarso, o Mano, temos que ter orgulho de ser bodyboarder.

As competições no domingo iniciaram depois de uma forte chuva matinal com a final da estreante masculino.
Os atletas exploraram ao máximo a melhora do mar. Após a chuva o mar reagiu e as ondas quebraram lá fora. Lucas Lima mandou um rolo usando toda a força da onda, totalmente plástico. A praia foi ao delírio.
A segunda final a cair no mar foi a iniciante feminino. Raquel Bezerra mostrou controle nas suas ondas e Vanessa Prado abusou dos bottons mandando invertidos limpos no lip.
A primeira semifinal profissional masculino foi tensa. Fabio Rodrigues mostrou muito surf. Luis Gustavo apresentou um surf fluido, executando o que a onda pedia. Natanael mandou um backflip na base que fez todos vibrarem. José Willame, local da PF, mostrou que conhece bem as valas. A bateria foi acirrada. Apesar do vento, o mar apresentou boas ondas. Fabio Rodrigues mandou um backflip totalmente insano garantindo sua vaga na final.
Na sequência, a segunda semifinal profissional masculino caiu no mar. Roberto Bruno mostrou muita garra e deixou o recado de que não estava para brincadeira.Tiago Cordeiro, nova geração do profissional, surfou com muita expressão e plasticidade.
A final iniciante masculino quebrou muito. O nível bastante satisfatório mostrou que os atletas estão levando a sério o esporte e, em breve, teremos novos profissionais representando o estado.
As meninas do open foram as próximas a encararem a sua final. Ana Lyvia, que está voltando as competições, quebrou muito em sua bateria mas foi superada pelas suas rivais de bateria Bruna Freitas e Natalia Silva.
Uma final profissional masculino com nunca vimos antes. Nível alto que não permite arriscar resultados antecipadamente. Comentaram Amadeu Jr. e Paulo de Tarso. Roberto Bruno, Fabio Rodrigues, Luis Gustavo e Thiago Cordeiro abrilhantaram a final arrancando muita vibração de todos na areia.
Abrindo a bateria, a revelação da pro 2011, Thiago Cordeiro mostrou que não estava intimidado de cair com feras do esporte. Fabio Rodrigues abusou no back flip e fez a galera vibrar. Roberto Bruno, com manobras Power, Luiz Gustavo mostrou que possui intimidade com a PF e que conhece o pico. Um verdadeiro duelo de titãs.
Na sequência, a profissional feminino caiu no mar com as condições propicias para manobras agressivas. As meninas mostraram que estavam dispostas a disputar a etapa com unhas e dentes.
Renata Úrsula abriu a bateria e Dalete Mousinho respondeu em seguida. Patrícia Setúbal se jogou nos buracos e mostrou muita agressividade em suas manobras. Renata Úrsula levou a melhor e garantiu o troféu de primeiro lugar.
Os próximos a definirem o resultado foi a categoria master. Frederico abriu a bateria com um clássico normal seguido de rollo. Wagner Gomes mandou um ARS mostrando que os másteres estão em dia, no rip com as manobras. Luis Carlos executou uma sequência de 360´s e rolo bem fluido. Frederico mandou um rolo no crítico que fez a torcida na areia vibrar. É a categoria master mostrando que estão em dia com a saúde e com o bodyboaridng.
Os futuros profissionais, a open masculino, “fez o mar pegar fogo” comentou Luis Gustavo. Mateus Lima abriu a bateria botando pra dentro mas não saindo. Paulo Rodrigues veio na sequência em uma rápida onda. Dois locais do Icaraí contra um da Praia de Iracema, a PI, berço do bodyboarding no nosso estado. Erick Silvino mandou um bat invert expressivo. Apesar do mar não estar em boas condições os atletas mostraram excelente performances e muita garra.
Paulo Rodrigues mandou bem atacando o lip com um aéreo. Erick Silvino respondeu com um aéreo também. “Nível alto da categoria open” comentou Luis Gustavo.
Erick Silvino voou em um 360 aéreo fazendo toda a galera vibrar.
Por falar em vibração, rolou duas corridas de pés de pato para finalizar o evento. Uma com os meninos e meninas concorrendo a um bodyboard Void Rider e outra só com as meninas concorrendo a uma bolsa na Funcional Life, patrocinadores do evento.
A primeira etapa do Cearense de Bodyboading 2012, sem dúvidas, vai ficar na história do bodyboaridng cerense.
O Surfstore Super Bodyboarding 2012 conta com o patrocínio da Surfstore, co-patrocínio da Void-Rider, apoios da WVS Turismo, Arte Tude, Afloat, Adrena, High Score e Sundown. A cobertura ficará por conta do sites Manobra Radical, Woohoo, Cearasurf e Wave Wind.
Resultado final:
Estreante Masculino
1 – Lucas Lima
2 – Guilherme Camara
3 – Rodrigo Matos
4 – Marcelinho Gonçalves
Iniciante Feminino
1 – Vanessa Prado
2 – Raquel Bezerra
3 – Gabriele Pereira
4 – Thaina Fernandes
Iniciante Masculino
1 – Leonardo Silva
2 – Madson Almeida
3 – Luis Borges
4 – Lucas Choco
Master
1 – Wagner Gomes
2 – Frederico Tavares
3 – Luis Carlos
4 – Renato Casas
Open Feminino
1 – Natalia Silva
2 – Bruna Freitas
3 – Ana Lyvia
4 – Gabriele Pereira
Open Masculino
1 – Erick Silvino
2 – Mateus Lima
3 – Paulo Rodrigues
4 – De Assis
Pro Feminino
1 – Renata Úrsula
2 – Bia Jesus
3 – Patrícia Setubal
4 – Dalete Mousinho
Profissional Masculino
1 – Fabio Rodrigues
2 – Roberto Bruno
3 – Tiago Cordeiro
4 – Luis Gustavo
Fonte: Danilo Caboclo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário