terça-feira, 3 de julho de 2012

Surf - Vai começar a festa / Brasileiro Master

Por Yordan Bosco / avisoesporte

Cearenses Classificados para o Mundial Master na Nicaragua neste mês de Julho , Odalto Castro e Cardoso Junior  falam antes do embarque para Salvador .
Os melhores surfistas profissionais da Bahia iniciam a festa com a abertura do estadual profissional e, na sequência, acontecem três competições nacionais.
Na quarta e na quinta-feira, surfistas que marcaram a história do esporte no país participam da segunda etapa do Brasileiro Master (acima de 35 anos) e de sexta a domingo acontecem a quarta etapa do Brasileiro de Longboard e a segunda do Brasileiro de Stand up.
O Mahalo Bahia Festival Surf 2012 conta com patrocínio da Mahalo, do Governo do Estado da Bahia (através da Secretaria do Turismo e da Bahia Turismo) e da Prefeitura Municipal de Camaçari e será um dos maiores e mais importantes eventos esportivos realizados no estado neste ano. Ao todo, a competição distribuirá mais de R$ 50 mil em premiação e reunirá diferentes gerações de surfistas.

Odalto Castro em foto recente em "Uluwatu" Bali - Foto arquivo pessoal

De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Longboard (ABL) e um dos organizadores do evento, Geraldo Cavalcanti, poucos eventos de surf no Brasil reuniram tantas modalidades de só vez e isso torna o Mahalo Bahia Festival Surf 2012 um evento muito especial.

“Conseguimos adequar as agendas das diferentes associações para proporcionar uma competição inédita para o público baiano. Além do caráter competitivo, quando estarão em jogo títulos, briga por colocações nos rankings e dinheiro, haverá uma confraternização muito grande entre os atletas de diferentes gerações e estilos. Sem dúvidas será uma festa maravilhosa para o público”, explica Cavalcanti.

Cardoso Junior que vai competir na seletiva com vaga já garantida no mundial na Nicaragua 2012 , Cardoso tem o patrocinio   
(Toca do Açai - Açai São Pedro - Aquax - F.C.Surfboard - avisoesporte )
“Quem vier para Itacimirim conhecerá muito mais da cultura surf e um pouco da história do esporte”, convida.

Para dar início ao Mahalo Bahia Festival Surf 2012, os melhores surfistas profissionais da Bahia e de outros estados do Nordeste se reúnem pela primeira batalha do estadual da categoria.

Serão 48 atletas que lutam para largar com vantagem na busca do título baiano 2012  e embolsar R$ 5 mil, oferecidos na etapa.

Após cinco anos parado, o circuito voltou com força total no ano passado, quando o ilheense Rudá Carvalho foi o melhor após quatro etapas disputadas.

Além de Rudá, que atualmente disputa os circuitos Nordestino, Brasileiro e Mundial, a competição terá a presenças de outros atletas de projeção nacional e internacional, a exemplo de Bruno Galini e Marco Fernandez.

A grande baixa fica por conta de Bino Lopes. Vencedor da etapa baiana do mundial do ano passado, Lopes está com problemas no joelho e vai ter que se limitar a assistir as disputas da areia.

“O baiano é um circuito muito forte que nunca tem favorito. Além dos atletas que competem em provas por todo o Brasil e pelo mundo, tem muitos bons surfistas que disputam mais as competições locais e a molecada emergente que corre os circuitos amadores. Com certeza emoção e luta não vão faltar”, promete o atual campeão baiano Rudá.

O Brasileiro Master é o circuito que define os campeões nacionais de surf com idades acima dos 35 anos. Esta será a segunda prova da competição de 2012 que acontece na Bahia. 

Na primeira, realizada em março, em Stella Maris, saíram vitoriosos o paraibano Paulo Germano (Master), os baiano Takyto Adachi (Grand Master) e Gabriel Macedo (Kahuna) e o catarinense Mickey Hoffmann (Grand Kahuna).

Segundo colocado na Master, o baiano Armando Daltro, ex-representante brasileiro na elite mundial e campeão do World Qualyfing Series (WQS) de 2000, é um dos favoritos.

Jojó de Olivença e Christiano Spirro, o carioca Victor Ribas e o potiguar Joca Júnior também são nomes de peso, que carregaram a bandeira brazuca pelo mundo, também estarão em Itacimirim.

Pela quarta etapa do Brasileiro de pranchão, o campeão mundial de 2007 Phil Razjman, é o líder do circuito, com vitórias no Ceará e em Fernando de Noronha.

Na cola dele no ranking, estão Danilo Rodrigo, o ‘Mulinha’, e o legendário Picuruta Salazar. Além da quarta prova do longboard profissional masculino, o Mahalo Bahia Festival Surf 2012 terá ainda a segunda etapa do profissional feminino e a terceira dos amadores junior, master, super-master e adulto.

O santista Leco Salazar (filho de Picuruta), o baiano radicado no litoral paulista Carlos Bahia, Jaime Viudes, André Deca e Amaro Matos também são nomes fortes nas disputas. Os baianos Tássio Rocha, Rogério Vasconcelos, Vinícius Cardoso, Flávio Marola e José Ebert são nomes que podem surpreender.

Uma das modalidades esportivas que mais crescem e conquistam adeptos no país, o stand up também é atração dos sete dias de disputas do Mahalo Bahia Festival Surf 2012. A galera dos pranchões e do remo entram na água no sábado e no domingo (7 e 8/7).

A modalidade se divide entre o race (maratona), o wave (nas ondas) e o paddle board (remada com os braços). A competição vale como segunda etapa do circuito brasileiro race e a abertura do wave e vai selecionar a equipe brasileira que disputará o mundial da International Surfing Association (ISA).

Entre as estrelas que estarão em Itacimirim, destaque para o vice-campeão mundial de 2011 wave Leco Salazar (SP); para o líder do circuito brasileiro  race Alex Araújo (CE); e para a campeã brasileira de race Bárbara Brasil, da Bahia.

Luis Saraiva, Caio Vaz, Renato Vanderley e os baianos Roberto Vieira, Gustavo Costa, Pedro Valadares, Takito Adachi e Bruno Pitanga também são presenças importantes na prova.

“Nunca competi em Itacimirim e estou bastante ansioso para conhecer o pico, pois a galera fala muito bem das ondas. Pra mim, prefiro o mar a competir em águas paradas, pois tenho mais afinidade”, explica o líder do brasileiro de stand up race, Alex Araújo.

Ele pratica o stand up há cinco anos, mas se dedica ao race há dois.

“Não quero citar nomes de adversários difíceis para não esquecer de ninguém. Mas está todo mundo remando bem e evoluindo muito rápido. Se der mole nenguinho vai e te passa”, comenta Araújo.

O Mahalo Bahia Surf Festival tem patrocínio da Mahalo, do Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria do Turismo e da Bahia Turismo, e da Prefeitura Municipal de Camaçari. Conta com os apoios da Asa Classic Wear, Edye Radical CO., Bivolt, Teccel, Pousada da Espera, Transamérica FM, Woohoo, ESPN e Wave Beach. O evento é uma realização da Associação Brasileira de Longboard (ABL) e da Associação Nordestina de Surf (ANS) e conta tem a homologação da Confederação Brasileira de Surf (CBS) e da Federação Baiana de Surf (FBSurf).

Nenhum comentário:

Postar um comentário