quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Ventos e Velas - Medalhista olímpico Bruno Prada retorna ao Brasil nesta quinta

por MariPeccicacco 
Bruno e Robert, medalhas de bronze em Londres
Depois do bronze na Star com Robert Scheidt, que permanece em Londres para o encerramento dos Jogos, proeiro desembarca em São Paulo às 6 h da manhã, em Guarulhos.

Medalha de bronze na Olimpíada de Londres/2012, o proeiro Bruno Prada retorna ao Brasil nesta quinta-feira (9/8). O desembarque do atleta, que viajará pela TAM, está previsto para as 6 horas, no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Já seu parceiro na Star, Robert Scheidt, permanecerá em Londres para a cerimônia de encerramento dos Jogos, no domingo. A dupla tricampeã mundial conquistou em Weymouth sua segunda medalha olímpica e a quinta seguida de Scheidt. No mesmo voo de Bruno vem outra velejadora, Adriana Kostiw, que terminou na 25a. colocação na Classe Laser Radial.
Scheidt e Prada já estavam com a medalha garantida quando foram para a Medal Race, no último domingo, para brigar pelo ouro. A regata, somando pontos dobrados, contava com as dez melhores duplas na disputa e foi vencida pelos suecos Fredrik Loof e Max Salminen, que tiraram o ouro dos britânicos Iain Percy e Andrew Simpson, medalha de prata.
“Não foi o desfecho que a gente imaginava, por tudo o que construímos nos últimos quatro anos do ciclo olímpico, mas independente disso a medalha olímpica é a maior honraria que um atleta pode receber, e estamos felizes por contribuir para o quadro de medalhas do Brasil”, disse Bruno Prada, que aproveitou a passagem por Londres para assistir à final do salto com vara feminino, nesta terça-feira.
Com a medalha de bronze, Robert Scheidt é o primeiro brasileiro a conquistar cinco medalhas olímpicas consecutivas (ele já tinha dois ouros – na Laser, em Atlanta/1996 e Atenas/2004 -, e duas pratas – na Laser, em Sydney/2000, e na Star, em Pequim/2008, com Bruno). E se junta aos outros três grandes nomes da história da vela mundial em olimpíadas. O brasileiro Torben Grael, também tem cinco medalhas olímpicas, sendo dois ouros, dois bronzes e uma prata; o dinamarquês Paul Elvstrom, é dono de quatro ouros, conquistados nos Jogos de 1948, 1952, 1956 e 1960 e o inglês Ben Ainslie, que tem quatro ouros e uma prata, o último ouro também conquistado neste domingo na classe Finn.

Nenhum comentário:

Postar um comentário