segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Surf - Circuito Máster / Rogério Dantas vence final Cearense

Por: João Carvalho
Rogério Dantas CE - Fotos: Lima Jr.
Jojó brilha com duas vitórias .O baiano foi campeão na Grand Master e na Kahuna, com Rogério Dantas vencendo a final cearense da Master e o potiguar Edu Elias ganhando a Grand Kahuna na etapa que abriu o Circuito Brasileiro Master da CBS na capital do Ceará.
O baiano Jojó de Olivença comandou o show nas ótimas esquerdas de 2-3 pés do domingo na Praia do Futuro e venceu duas das quatro categorias. Ele ainda fez os recordes do campeonato que abriu o Circuito Master da Confederação Brasileira de Surf (CBS) no Ceará. Com manobras potentes de backside, faturou o título da Grand Master (dos surfistas com 40 anos ou mais de idade) e da Kahuna (45 anos ou mais). Já na principal categoria Master (35 anos ou mais), Rogério Dantas conquistou a vitória na final 100% cearense na onda que surfou no último minuto. E na Grand Kahuna (50 anos ou mais), deu Rio Grande do Norte com Edu Elias sendo o campeão na Praia do Futuro.
A primeira decisão de título a entrar no mar foi a da Grand Master e Jojó de Olivença já começou forte em uma esquerda. Ele aplicou uma série de cinco batidas e rasgadas de backside jogando água pra cima, emendando uma manobra na outra com estilo e velocidade. Nesta onda ele recebeu a maior nota do evento - 9,60 - e liderou toda a bateria. A vitória foi conquistada com uma "combination", quando os adversários ficam precisando de mais de 10 pontos, ou seja, impossível de conseguir em uma onda só.
"Eu estava muito concentrado e nada melhor do que largar na frente com uma boa onda, ainda mais em uma final", falou o experiente Jojó de Olivença, que foi campeão brasileiro profissional da ABRASP nos anos de 1988 e 1992. "A gente vem para um evento desse por puro coração mesmo. Não tem premiação em dinheiro e venho porque gosto de competir, gosto daqui de Fortaleza, mas tem a vaga pro Mundial Master da ISA que agrega bastante. Tive a oportunidade de representar o Brasil na Nicarágua no ano passado e quero ver se vou de novo pro Equador esse ano".
Os outros três surfistas ficaram brigando pelo segundo lugar e nos últimos minutos o potiguar Rodrigo Jorge achou uma boa esquerda para acertar duas manobras fortes de frontside no outside. Ele conseguiu nota 7,23 nesta onda para garantir o vice-campeonato. Rodrigo tinha acabado de sair da semifinal Master e ficou feliz pelo bom desempenho nas duas categorias. O baiano Marcelo Alves terminou em terceiro lugar na final Grand Master e o paraibano Fábio Gouveia não achou as ondas, acabando em quarto na categoria dos surfistas com 40 anos ou mais de idade.
"O mar subiu um pouco hoje (domingo), as condições melhoraram bastante e essa prancha 5.11 do Alexandre Akio funcionou muito bem aqui. Agora vamos ver na próxima, porque tem mais uma final aí pela frente", falou Jojó de Olivença, que nas semifinais da Grand Master já tinha estabelecido um novo recorde de 16,80 pontos. "Na verdade, estou estreando na categoria Kahuna, completei 46 anos e começar já com uma final é muito bom. Vamos ver como vai ser".
GRAND KAHUNA - Antes da decisão da Kahuna, categoria dos surfistas com 45 anos ou mais, aconteceu a final da Grand Kahuna, dos que já ultrapassaram os 50 anos de idade. A bateria foi um confronto direto entre o Rio Grande do Norte e o Ceará e o natalense Edu Elias largou na frente na corrida pelo título brasileiro da temporada 2013 da CBS. O cearense João Carlos ficou em segundo lugar, com o potiguar Dedé Cabral em terceiro, à frente do outro fortalezense, Zorrinho Fernandes.
"A equipe do Rio Grande do Norte veio forte para o campeonato, a única com fardamento especial da equipe Master. Fomos bem em todas as categorias, quero parabenizar o Dedé (Cabral) também que fez a final comigo e estou muito feliz pela vitória", disse Edu Elias. "Minha tática era fazer uma onda boa a cada 5 minutos. Só que, assim como na semifinal, eu não peguei nada nos 10 primeiros minutos, mas nos 10 minutos finais consegui a virada. Foi só fé em Deus e Bola de Neve na área".
A grande ausência nesta categoria dos cinqüentenários foi o cearense Odalto Castro. Ele defendeu o Brasil no último Mundial Master da ISA na Nicarágua e ficou em quinto lugar, sendo o brasileiro mais bem colocado na categoria. No entanto, teve que operar o joelho e não pôde competir. Mesmo assim, prestigiou o evento e ficou na Praia do Futuro assistindo a competição no sábado e domingo. Odalto foi o primeiro brasileiro a ser capa de uma revista gringa de surfe com uma onda surfada no Havaí na década de 80.
CATEGORIA KAHUNA - Na bateria seguinte, Jojó de Olivença voltou ao mar e se posicionou no mesmo lugar, mais a esquerda do palanque dos juízes, para usar a força do seu backside nas esquerdas da Praia do Futuro. Novamente largou na frente com uma boa onda e repetiu a mesma nota 7,67 em sua terceira apresentação para consolidar mais uma vitória. O carioca Sergio Noronha ainda ganhou a maior nota - 8,10 - da bateria para confirmar o vice-campeonato. Em terceiro lugar ficou o catarinense Armando Maciel, que competia como Junior Maciel, com o maranhense Marcelo Bogea completando o pódio da Kahuna.
"Eu tava concentrado ali naquele lugar, era o lugar que estava entrando boas esquerdas e deu certo, as ondas vieram, a prancha está no pé e vamos pro abraço por mais uma vitória", vibrou Jojó de Olivença. "Eu já tinha vencido duas categorias no Master da CBS, só não lembro se foi em São Francisco do Sul (SC) ou na Bahia, mas foi na Master e Grand Master. Tem muita gente boa competindo, mas acho que hoje era o meu dia. Enfim, não tenho mais nada a dizer, só comemorar, obrigado Senhor".
FINAL CEARENSE NA MASTER - A última bateria a entrar no mar foi a final 100% cearense da principal categoria do Circuito Master da CBS, dos surfistas com 35 anos ou mais de idade. O grande ídolo local, Fabio Silva, assumiu a liderança no início com duas notas na casa dos 6 pontos nas esquerdas da Praia do Futuro. Os outros ficaram pegando as direitas, que fechavam mais rápido e o resultado parecia definido. Só que no último minuto, entrou uma esquerda para Rogério Dantas, que estava em último lugar.
Ele aproveitou a chance, arriscou tudo completando uma série de batidas e rasgadas de backside e levantou a praia. Rogério precisava de 6,43 pontos e ganhou nota 8,5 para faturar o título, deixando Fábio Silva em segundo lugar, Sergio Ricardo em terceiro e Caio Breno em quarto. Como prêmio pela vitória na virada mais fantástica do Circuito Club Social Surf, Rogério Dantas ganhou uma passagem aérea Recife-Fernando de Noronha-Recife e um kit da Rotator, apoiador do evento.
"Bateria casca grossa, contra profissionais como Fábio Silva e Caio Breno, mas Deus mandou aquela onda ali no último minuto pra mim na hora certa e fui feliz em fazer quatro manobras seguidas para conquistar uma vitória inesquecível para mim", falou Rogério Dantas. "Parabéns a galera da Club Social, o evento foi um sucesso e obrigado a todos. Foi muito emocionante, minha família está toda aqui e vibrou comigo, então como sempre digo é Deus em primeiro lugar".
PREMIAÇÃO - Assim como na categoria Master, na Grand Master o campeão também recebeu uma passagem aérea de Recife para Fernando de Noronha, com o vice-campeão ganhando um bloco de prancha e os quatro finalistas levaram kits da marca Rotator. Na Kahuna e Grand Kahuna, a vitória valeu uma prancha Massara, o segundo colocado recebeu um bloco, além dos kits da Rotator também distribuídos para os quatro finalistas de cada categoria.
MUNDIAL MASTER - O resultado do evento em Fortaleza também foi importante na briga pelas vagas para o Mundial Master da ISA, que está programado para acontecer no Equador, entre os dias 6 e 14 de abril na Playa Montañita. A CBS ainda deve realizar uma outra etapa do Brasileiro Master em março na Bahia para indicar os surfistas que formarão a equipe brasileira nas quatro categorias.
SHOW DE TECO E SURFE NOTURNO - O sábado em Fortaleza também se prolongou até a noite, com a reedição do campeonato de surfe noturno em pranchas equipadas com luzes de LED, trazidas da Espanha especialmente para o evento. Entre os participantes, grandes estrelas do esporte como Fábio Gouveia, Jojó de Olivença e Fabio Silva. Depois, teve show de Teco Padaratz com sua banda 5.11 que agitou a barraca Guarderia na noite de Lua cheia na Praia do Futuro.
Todos os resultados podem ser acessados no www.surfbyte.com.br que transmitiu o evento ao vivo pela internet.
RESULTADO DO CIRCUITO CLUB SOCIAL SURF E RANKING BRASILEIRO MASTER DA CBS:
CATEGORIA MASTER - 35 anos ou mais de idade:

1.o: Rogério Dantas (CE) - 1.000 pontos
2.o: Fabio Silva (CE) - 900
3.o: Sergio Ricardo (CE) - 810
4.o: Caio Breno (CE) - 729
5.o: Rodrigo Jorge (RN) e Luciano Cavalcante (CE) - 656

CATEGORIA GRAND MASTER - 40 anos ou mais de idade:

1.o: Jojó de Olivença (BA) - 1.000 pontos
2.o: Rodrigo Jorge (RN) - 900
3.o: Marcelo Alves (BA) - 810
4.o: Fábio Gouveia (PB) - 729
5.o: Roni Ronaldo (SC) e Fabio Quencas (PE) - 656

CATEGORIA KAHUNA - 45 anos ou mais de idade:

1.o: Jojó de Olivença (BA) - 1.000 pontos
2.o: Sergio Noronha (RJ) - 900
3.o: Armando Maciel (SC) - 810
4.o: Marcelo Bogea (MA) - 729
5.o: Cardoso Junior (CE) e Rubens Barros (RN) - 656

CATEGORIA GRAND KAHUNA - 35 anos ou mais de idade:

1.o: Edu Elias (RN) - 1.000 pontos
2.o: João Carlos (CE) - 900
3.o: Dedé Cabral (RN) - 810
4.o: Zorrinho Fernandes (CE) - 729
5.o: Mickey Hoffmann (SC) e Bernardo Pena - 656

Nenhum comentário:

Postar um comentário