quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Surf - Previsão de altas ondas para o Marands Surf Pro Noronha

João Carvalho - Assessoria de Imprensa do Noronha Surf Festival
Bruno Santos (RJ) - Daniel Smorigo/ASP
Abertura do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional de 2013 em Fernando de Noronha (PE) promete um show de tubos na Cacimba do Padre
As previsões estão ótimas para a inédita abertura do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional de 2013 nesta semana em Fernando de Noronha (PE). Elas indicam que uma grande ondulação deve atingir a ilha também conhecida como o "Havaí" brasileiro, pela potência dos tubos na paradisíaca Cacimba do Padre. O prazo do Marands Surf Pro Noronha começa nesta quinta-feira e vai até domingo, inaugurando o Noronha Surf Festival que prossegue até o dia 4 de março, com as primeiras etapas do Circuito Pernambucano Cyclone / Bali de Surf e do Brasileiro de Longboard Profissional promovido pela marca pernambucana Gold Island.

"Já tem altas ondas e está cheio de surfistas treinando para o campeonato aqui na Cacimba do Padre", disse Geraldo Cavalcanti, presidente da Associação Nordestina de Surf (ANS), entidade que realiza o Noronha Surf Festival junto com a EMPETUR e a Secretaria de Turismo do Governo do Estado de Pernambuco. "A previsão é que vem uma bomba por aí entre quinta e sexta-feira, com um swell (ondulação) que promete um mar épico aqui em Fernando de Noronha".

A expectativa para a estreia do Marands Surf Pro, outra marca de surfwear pernambucana que está patrocinando a igualmente inédita etapa do Circuito Brasileiro em Fernando de Noronha, aumentou com a previsão do mar para esta semana no arquipélago. Alguns caçadores de ondas gigantes decidiram participar do evento, como o niteroiense Bruno Santos que já venceu a etapa do ASP WCT Tour nos temidos tubos de Teahupoo, no Taiti, o pernambucano Alexandre Ferraz, o potiguar Aldemir Calunga e o saquaremense Marcos Monteiro.

Outros que ainda estavam em dúvida se iriam competir ou não no primeiro desafio do Noronha Surf Festival, se apressaram em confirmar suas participações para terem o raro privilégio de surfar os tubos da Cacimba do Padre com apenas mais três surfistas nas baterias. Os mais bem colocados no Marands Surf Pro Noronha vão dividir uma premiação de R$ 60.000,00, a maior oferecida no circuito da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) desde 2011.

"Acho que este evento vai ser um divisor de águas na história do Circuito Brasileiro e na de Fernando de Noronha também", acredita Geraldo Cavalcanti. "Antes só tínhamos o Hang Loose Pro Contest aqui, que por ser uma etapa do ASP Prime só para os mais ranqueados no Circuito Mundial, impedia a participação de muitos surfistas que agora terão a chance de competir na Cacimba do Padre também. E mesmo com a volta do Mundial no ano que vem, o Noronha Surf Festival será mantido, então teremos dois grandes eventos na ilha, em vez de um só por ano".

A estrutura montada na praia este ano é até melhor do que a utilizada desde o ano 2000 pelo Hang Loose Pro Contest, garante Geraldo Cavalcanti. "Não só o espaço interno para a comissão julgadora trabalhar, mas até a transmissão ao vivo pela internet será a melhor de todos os tempos aqui em Noronha. A estrutura já está toda pronta e só estamos finalizando os testes com a internet para transmitir com imagens em HD para que todos possam assistir o show de tubos na Cacimba do Padre de onde estiverem, no mundo inteiro".

O vencedor do Marands Surf Pro Noronha vai largar na frente na corrida pelo título máximo do surfe brasileiro e três bicampeões do circuito da ABRASP estão entre as principais estrelas confirmadas no evento, o paulista Renato Galvão (2004 e 2007), o carioca Leonardo Neves (2002 e 2003) e o paraibano Fábio Gouveia (1998 e 2005), que vai competir como convidado da Associação Nordestina de Surf (ANS). A primeira chamada para o início da competição está marcada para as 8 horas desta quinta-feira na Cacimba do Padre e o campeão será conhecido no domingo.

PERNAMBUCANO E LONGBOARD - Depois, o Noronha Surf Festival inaugura o Circuito Cyclone / Bali de Surf Pernambucano 2013 nos dias 26 e 27 e outra marca pernambucana, a Gold Island, vai abrir o circuito da Associação Brasileira de Longboard (ABL) nos dias 1 a 3 de março, fechando a programação esportiva do evento que promete ficar na história do esporte das ondas no Brasil. Durante a semana também serão promovidos cursos de juízes e palestras ambientais em Fernando de Noronha, além de festas e shows para a confraternização de todos os participantes.

O Noronha Surf Festival é uma realização da Associação Nordestina de Surf (ANS), EMPETUR e Secretaria de Turismo do Governo do Estado de Pernambuco, com apoio da Administração do Arquipélago de Fernando de Noronha, do Projeto TAMAR e do ICMBIO (Instituto Chico Mendes de Biodiversidade). As marcas pernambucanas Marands e Gold Island, as lojas Bali e a Cyclone, patrocinam as etapas homologadas pela ABRASP, ABL, CBS e FEPESU, com a Associação de Surf de Fernando de Noronha (ASFN) e a Revista Hardcore também participando do evento que será transmitido ao vivo pelo http://www.surfcore.com.br/brasileiro_pro

INSCRIÇÕES - As inscrições para as outras duas competições do Noronha Surf Festival ainda estão abertas e podem ser feitas nos escritórios das entidades organizadoras.

Para o Circuito Cyclone / Bali de Surf Pernambucano, os contatos da Federação Pernambucana de Surf (FEPESU) para inscrições nas categorias Pro/Am, Open, Junior, Mirim, Iniciante, Petit, Feminino, Master, Senior e Longboard, são (81) 3463-1963 e parafajsp@hotmail.com e do presidente da entidade, Bruno Cavalcanti, (81) 9242-4385 ebrunopresidentefpf@gmail.com

E para o Gold Island Noronha Lonbgoard Pro, as inscrições devem ser realizadas pelos e-mailsablgeraldinho@hotmail.com ou ansgeraldinho@hotmail.com e mais informações pelos fones 81-3463-1963 ou 81-9282-5177


Nenhum comentário:

Postar um comentário