quinta-feira, 16 de maio de 2013

Surf - Coca-Cola apresenta Quiksilver Saquarema Prime no Maracanã

João Carvalho - Assessoria de Imprensa da ASP South America
Quiksilver Saquarema - Daniel Smorigo / ASP
O Maracanã do futebol continua fechado, mas o do surfe vai abrir na próxima terça-feira para o Coca-Cola apresenta Quiksilver Saquarema Prime na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. A segunda etapa com classificação "Prime" do ASP Tour 2013 será disputada na Praia de Itaúna, que é conhecida como o "Maracanã" do surfe pela potência das suas ondas, consideradas como uma das melhores do país. O nível do evento só não é mais importante do que as etapas do WCT para o ranking mundial unificado da ASP, que classifica dez surfistas para a o grupo dos 34 que disputam a divisão de elite do esporte.


A vitória no Quiksilver Saquarema Prime vale 6.500 pontos e 40 mil dólares, do total de 250 mil a ser dividido pelos 96 participantes. Todos recebem premiação em dinheiro e vão estrear juntos na primeira fase, que deve começar na terça-feira pela previsão de boas ondas para o início da semana na Praia de Itaúna. O limite de inscritos está esgotado e metade da elite dos top-34 do ASP Tour, que se encontra no Rio de Janeiro para a etapa brasileira do WCT, vai ficar no Brasil para competir na "Cidade do Surf" da Região dos Lagos do Rio de Janeiro. 

Entre eles, Matt Wilkinson, que vai defender o título conquistado na final australiana contra Kai Otton nas grandes ondas do ano passado. Também confirmaram presença todo o sexteto verde-amarelo do WCT, formado pelos paulistas Adriano "Mineirinho" de Souza, Gabriel Medina, Miguel Pupo e Filipe Toledo, o catarinense Alejo Muniz e o carioca Raoni Monteiro, que estará em casa por morar em Saquarema.

Surfistas de dezessete países participarão da segunda edição do Quiksilver Saquarema Prime, apresentado pela Coca-Cola. A maioria é do Brasil, com 31 inscritos para brigar pelo título contra 65 estrangeiros, incluindo os convidados da ASP South America por suas posições no ranking mundial, o paulista David do Carmo e os pernambucanos Halley Batista e Luel Felipe, além dos indicados pelos organizadores do evento, o atual campeão carioca Gustavo Fernandes e o surfista local de Saquarema, Yan Guimarães. 

Entre os outros dezesseis países que estarão representados em Saquarema, os maiores pelotões são da Austrália e dos Estados Unidos, com dezesseis concorrentes cada. Depois, tem o Havaí com dez surfistas, seguido pela França com seis, África do Sul com quatro e Espanha com três. Dez países têm um representante cada na lista dos 96 confirmados para o Quiksilver Saquarema Prime, Portugal, Alemanha, Taiti, Irlanda, Marrocos, Nova Zelândia, Porto Rico, Peru, Ilhas Canárias e Ilha Guadalupe.

O Coca-Cola apresenta Quiksilver Saquarema Prime é uma realização da Adding Sports, com patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro - Lei de Incentivo ao Esporte, Peugeot e Prefeitura Municipal de Saquarema, apoio da Concessionária Peugeot Montreal, Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) e Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP). O evento homologado pela ASP South America como segunda etapa do ASP Prime 2013 será transmitido ao vivo na internet pelowww.quiksilver.com.br/primesaquarema13 

VÍDEO-TEASER - https://vimeo.com/65642501

Nos dois últimos anos, as ondas bombaram na Praia de Itaúna e os australianos passaram a dominar o pódio em Saquarema. Em 2011, as fases decisivas tiveram até que ser transferidas para a segunda-feira, pois as condições do mar ficaram extremamente perigosas. O carioca que há muitos anos mora na cidade, Raoni Monteiro, chegou perto do título, mas o campeão foi Kai Otton. Em 2012, também rolaram altas ondas e Otton foi finalista de novo, só que Matt Wilkinson impediu o bi para vencer a decisão australiana no Maracanã do surfe brasileiro.

Até então, os brasileiros estavam invictos neste evento realizado pela Adding Sports, do Rio de Janeiro, que marcou o retorno de Saquarema ao calendário mundial da ASP. Especialmente os catarinenses, com Neco Padaratz vencendo a primeira edição em 2009 e Willian Cardoso ganhando a de 2010. Willian é um dos 31 brasileiros que vão enfrentar os 65 estrangeiros de dezesseis países inscritos no Coca-Cola apresenta Quiksilver Saquarema Prime 2013.

ASP SOUTH AMERICA SURF SERIES - O ASP Prime de Saquarema também será válido como a segunda etapa do ASP South America Surf Series 2013, circuito formado pelos eventos do Circuito Mundial realizados no continente e que definem o campeão sul-americano profissional da temporada. A primeira foi o Rip Curl Pro Argentina e o paranaense Jihad Khodr largou na frente com os 750 pontos da vitória na etapa do ASP 3-Star em Mar del Plata. 

Em Saquarema, o título vale 6.500 pontos e a liderança no ranking 2013 da ASP South America. Isto caso o campeão seja um dos 31 brasileiros ou o único peruano inscrito, Gabriel Villaran. Depois do Quiksilver Saquarema Prime de 250 mil dólares e 6.500 pontos, têm mais quatro provas no continente agendadas pelo escritório regional da ASP na América do Sul para fechar o ranking sul-americano de 2013. 

As próximas são no mês de junho, o Rip Curl Pro Piedras Negras que estreia nos dias 10 a 15 em Ilo, Moquegua, no Peru, e o Monster present Maui and Sons Arica Pro by Sony de 17 a 22 nas grandes ondas de El Gringo no Chile. As duas etapas oferecem 55 mil dólares de prêmio e têm nível 3 estrelas, valendo 750 pontos como a da Argentina. As duas últimas do ano serão no Brasil. Em agosto, dias 26 a 28, tem o Surf Eco Festival nível 2 estrelas, de 30 mil dólares e 500 pontos na Bahia. E está prevista mais uma etapa do ASP Prime para a data de 21 a 27 de outubro a ser confirmada em Santa Catarina. 

G-10 DO ASP WORLD RANKING - após 9 etapas (2 do WCT + 1 Prime + 6 Star):
01: Taj Burrow (AUS) - 12.080 pontos
02: Mick Fanning (AUS) - 12.016
03: Joel Parkinson (AUS) - 11.880
04: Adriano de Souza (BRA) - 11.843
05: Julian Wilson (AUS) - 11.505
06: Josh Kerr (AUS) - 10.325
07: Kelly Slater (EUA) - 10.000
08: Nat Young (EUA) - 9.086
09: Adrian Buchan (AUS) - 8.475
10: Dusty Payne (HAV) - 7.238 - 1.o do G-10
11: Jordy Smith (AFR) - 7.200
12: Willian Cardoso (BRA) - 7.160
13: Michel Bourez (TAH) - 6.500
14: Matt Wilkinson (AUS) - 6.443
14: Filipe Toledo (BRA) - 6.443
16: Bede Durbidge (AUS) - 6.166
17: Adam Melling (AUS) - 6.050
18: Kai Otton (AUS) - 5.960
19: Alejo Muniz (BRA) - 5.603 - 2.o do G-10
20: Brett Simpson (EUA) - 4.780
21: Travis Logie (AFR) - 4.700
22: C. J. Hobgood (EUA) - 4.677
23: Raoni Monteiro (BRA) - 4.650
24: Jay Thompson (AUS) - 4.433- 3.o do G-10
25: Dion Atkinson (AUS) - 4.276 - 4.o do G-10
26: Jeremy Flores (FRA) - 4.000
27: Aritz Aranburu (ESP) - 3.680 - 5.o do G-10
28: Jonathan Gonzalez (CNY) - 3.676 - 6.o do G-10
29: Kolohe Andino (EUA) - 3.494 - 7.o do G-10
30: Jay Quinn (NZL) - 3.480 - 8.o do G-10
31: Granger Larsen (HAV) - 3.406 - 9.o do G-10
32: Mitchel Coleborn (AUS) - 3.166 - 10.o do G-10
-------------próximos sul-americanos até 100:
36: Caio Ibelli (BRA) - 2.653 pontos
37: Jadson André (BRA) - 2.650
53: Jean da Silva (BRA) - 1.300
56: Bino Lopes (BRA) - 1.203
57: Marco Fernandez (BRA) - 1.201
58: Wiggolly Dantas (BRA) - 1.180
63: Peterson Crisanto (BRA) - 1.128
64: Matheus Navarro (BRA) - 1.126
66: Jessé Mendes (BRA) - 1.114
79: Heitor Alves (BRA) - 968
81: Alex Ribeiro (BRA) - 943
82: Leandro Usuña (ARG) - 936
85: Tomas Hermes (BRA) - 893
86: Messias Felix (BRA) - 887
88: Ricardo dos Santos (BRA) - 855
89: Santiago Muniz (ARG) - 854
102: Jihad Khodr (BRA) - 750

João Carvalho - Assessoria de Imprensa da ASP South America
(48) 9988-2986 - jcarvalho@aspworldtour.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário