quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Surf - Miguel Pupo Garante Vaga no WCT 2014 no Billabong Pipe Masters

Por João Carvalho
Miguel Pupo (SP) no  Billabong Pipe Master 2013 - foto Kirstin Scholtz (ASP)
O paulista Miguel Pupo, 22 anos, garantiu sua permanência entre os top-34 do ASP World Tour nos tubos de 6 pés da terça-feira no maior palco do esporte no Havaí. A vaga foi confirmada com a vitória sobre o australiano Josh Kerr, 29, na terceira fase do Billabong Pipe Masters e o Brasil terá sete representantes no WCT 2014, um a mais que neste ano. Já estavam classificados os paulistas Adriano de Souza, 25 anos, Gabriel Medina, 19, Filipe Toledo, 18, o catarinense Alejo Muniz, 23, o carioca Raoni Monteiro, 31, e o potiguar Jadson André, 23, que retorna ao grupo de elite depois de um ano fora.
"Estou tremendo até agora, a bateria com certeza foi uma das mais longas da minha vida e estou muito feliz por ter conseguido minha vaga para o ano que vem", disse Miguel Pupo. "Eu consegui pegar um tubo muito bom em Pipeline, mas aqui no Havaí qualquer onda pode sair uma nota alta. Quando faltavam 10 minutos, eu sabia que muita coisa poderia acontecer ainda. Quando faltavam 5 minutos, eu nem sabia mais o que pensar e fiquei ali só torcendo pra não dar mais onda. Está difícil de ver quando entra a série, porque o swell (ondulação) está mais de norte indo pra Off The Wall (outra praia vizinha), então eu ficava soprando pra ir pra lá (risos). Ouvi quando faltavam 30 segundos, nossa, fechei os olhos, quando abri faltavam 10 segundos e acabou felizmente, mas foram os minutos mais longos da minha vida".
Entre os cinco surfistas que batalhavam por vagas no WCT 2014 no Billabong Pipe Masters, só Miguel Pupo confirmou seu nome. Ele já tinha assumido o último lugar na lista dos 22 primeiros do ranking que são mantidos na elite, quando ganhou o duelo brasileiro da segunda fase no domingo com o catarinense Alejo Muniz. Mas, precisava passar mais uma bateria para se garantir de vez, sem depender dos resultados de ninguém. E fez isso surfando um lindo tubo nas esquerdas de Pipeline que valeu nota 9,07 e a vitória sobre Josh Kerr por 14,67 a 9,76 pontos.
Depois ele teve que encarar Kelly Slater brigando pelo título mundial e Sebastian Zietz com chances de bicampeonato na Tríplice Coroa Havaiana. Slater deu o seu segundo show do dia, surfando tubos para a esquerda em Pipeline e principalmente para a direita no Backdoor, para já colocar seu nome entre os oito melhores do campeonato. Mas, Miguel Pupo tem outra chance de classificação para as quartas de final contra o francês Jeremy Flores no último duelo da repescagem. Quem vencer vai enfrentar o defensor do título do Billabong Pipe Masters e atual campeão mundial, Joel Parkinson.
DERROTAS BRASILEIRAS - Mais dois brasileiros competiram na terça-feira, só que ambos foram barrados na terceira fase e ficaram em 13.o lugar na etapa final do ASP World Tour 2013 no Havaí. Gabriel Medina chegou a liderar sua bateria por 38 minutos, até o havaiano John John Florence pegar um tubo incrível e virar o placar para 16,23 a 14,00 pontos com o 9,83 recebido nessa onda. Adriano de Souza também perdeu para um havaiano, Sebastian Zietz, numa bateria fraca de ondas boas. A maior nota foi 7,77 do defensor do título da Triple Crown of Surfing, que venceu por 13,77 a 9,17 pontos.
Mineirinho foi o quinto melhor surfista do mundo nos dois últimos anos, chegou a liderar o WCT 2013 com a vitória no Rip Curl Pro Bells Beach e o vice-campeonato no Billabong Rio Pro, mas termina em 13.o lugar no ranking com a derrota na estreia em Pipeline. Em seguida vem Gabriel Medina em 14.o e o estreante Filipe Toledo em 15.o, que ainda podem ser ultrapassados por Sebastian Zietz e Jeremy Flores. Já Miguel Pupo saiu da zona do rebaixamento para o vigésimo lugar, podendo subir até 17.o se vencer o Billabong Pipe Masters, o que seria inédito para o Brasil no ASP World Tour.
TÍTULO MUNDIAL - Na terça-feira também começou a disputa do título mundial em Pipeline e especialmente no Backdoor, com Kelly Slater, 41 anos, levando a decisão para o último dia da etapa que fecha a temporada 2013 e a Tríplice Coroa Havaiana na ilha de Oahu. Ele foi o melhor do dia e venceu as duas baterias que disputou com os maiores placares da terceira e da quarta fase, surfando tubos profundos principalmente nas direitas do Backdoor.
Slater já estreou com imbatíveis 17,66 pontos contra o australiano Mitch Crews, depois fez 17,56 para ganhar a terceira vaga nas quartas de final do havaiano Sebastian Zietz e do único brasileiro que passou da terceira fase, Miguel Pupo. Nesta rodada ninguém é eliminado e Pupo terá outra chance de avançar contra o francês Jeremy Flores na repescagem que ficou para abrir o último dia do Billabong Pipe Masters no Havaí.
Para Slater colecionar o seu 12.o troféu de melhor surfista do mundo no ASP Tour 2013, a única possibilidade é ganhar mais uma coroa de Pipe Masters e Mick Fanning não chegar nas semifinais. Só que o australiano não consegue isso desde 2005, quando ficou em segundo lugar na final contra o havaiano Andy Irons (in memoriam). Já Slater vem chegando nas fases decisivas desde 2008, da sua última vitória em Banzai Pipeline. Em 2009 foi vice-campeão contra o australiano Taj Burrow e ficou em terceiro nas semifinais em 2010, 2011 e 2012.
ÚLTIMA VAGA NO WCT 2014 - Mick Fannig passou fácil pelo havaiano Kaimana Jaquias em sua estreia no Billabong Pipe Masters na terça-feira, mas depois foi batido pelo também australiano Yadin Nicol na primeira rodada classificatória para as quartas de final. Nicol surfou um tubo fantástico para ganhar a segunda nota 10 do Pipe Masters esse ano e mandar o líder do ranking para a repescagem. Ele é o único que ainda pode entrar no grupo dos top-34 para o WCT 2014, mas para tirar a vaga do americano Brett Simpson também precisa da vitória no Havaí como Slater para vencer o título mundial.
QUARTAS DE FINAL DO BILLABONG PIPE MASTERS:
1.a: Yadin Nicol (AUS) x vencedor da 1.a bateria da Quinta Fase
2.a: John John Florence (HAV) x vencedor da 2.a bateria da Quinta Fase
3.a: Kelly Slater (EUA) x vencedor da 3.a bateria da Quinta Fase
4.a: Joel Parkinson (AUS) x vencedor da 4.a bateria da Quinta Fase
QUINTA FASE - REPESCAGEM - Vitória=Quartas de Final / Derrota=9.o lugar - US$ 12.000 e 4.000 pontos:
1.a: Mick Fanning (AUS) x C. J. Hobgood (EUA)
2.a: Julian Wilson (AUS) x Nat Young (EUA)
3.a: Kai Otton (AUS) x Sebastian Zietz (HAV)
4.a: Jeremy Flores (FRA) x Miguel Pupo (BRA)
QUARTA FASE - Vitória=Quartas de Final / 2.o e 3.o=Repescagem:
1.a: 1-Yadin Nicol=14.83, 2-C. J. Hobgood=11.84, 3-Julian Wilson=3.96
2.a: 1-John John Florence=16.37, 2-Nat Young=14.00, 3-Mick Fanning=11.51
3.a: 1-Kelly Slater=17.56, 2-Sebastian Zietz=14.50, 3-Miguel Pupo (BRA)=11.17
4.a: 1-Joel Parkinson=14.77, 2-Jeremy Flores=12.57, 3-Kai Otton=7.60
TERCEIRA FASE - Derrota=13.o lugar - US$ 8.500 e 1.750 pontos:
1.a: Yadin Nicol (AUS) 12.66 (8,33) x 12.66 (6,33) Taj Burrow (AUS)
2.a: C. J. Hobgood (EUA) 11.33 x 7.13 Fredrick Patacchia (HAV)
3.a: Julian Wilson (AUS) 12.33 x 8.33 Patrick Gudauskas (EUA)
4.a: Nat Young (EUA) 14.87 x 12.40 Bede Durbidge (AUS)
5.a: John John Florence (HAV) 16.23 x 14.00 Gabriel Medina (BRA)
6.a: Mick Fanning (AUS) 15.63 x 6.27 Kaimana Jaquias (HAV)
7.a: Miguel Pupo (BRA) 14.67 x 9.76 Josh Kerr (AUS)
8.a: Sebastian Zietz (HAV) 13.77 x 9.17 Adriano de Souza (BRA)
9.a: Kelly Slater (EUA) 17.66 x 3.30 Mitch Crews (AUS)
10: Kai Otton (AUS) 14.33 x 10.96 Adam Melling (AUS)
11: Jeremy Flores (FRA) 17.10 x 11.67 Michel Bourez (TAH)
12: Joel Parkinson (AUS) 13.56 x 7.33 Dusty Payne (HAV)
TOP-22 DO ASP TOUR - ranking atualizado após a quarta fase do Billabong Pipe Masters:
01: Mick Fanning (AUS) - 53.100 pontos
02: Kelly Slater (EUA) - 49.350
03: Joel Parkinson (AUS) - 47.150
04: Jordy Smith (AFR) - 43.150
05: Taj Burrow (AUS) - 42.900
06: Julian Wilson (AUS) - 39.750
07: Kai Otton (AUS) - 39.600
08: Nat Young (EUA) - 38.000
09: Josh Kerr (AUS) - 36.100
10: C. J. Hobgood (EUA) - 34.650
11: Michel Bourez (TAH) - 33.000
12: John John Florence (HAV) - 32.350
13: Adriano de Souza (BRA) - 31.750
14: Gabriel Medina (BRA) - 25.000
15: Filipe Toledo (BRA) - 24.400
16: Adrian Buchan (AUS) - 24.200
17: Sebastian Zietz (HAV) - 23.150
18: Jeremy Flores (FRA) - 23.000
19: Fredrick Patacchia (HAV) - 18.450
20: Miguel Pupo (BRA) - 17.250
21: Bede Durbidge (AUS) - 16.200
22: Matt Wilkinson (AUS) - 15.950
------------outros brasileiros:
29: Alejo Muniz (BRA) - 10.250 pontos
33: Raoni Monteiro (BRA) - 7.500
35: Willian Cardoso (BRA) - 6.200
38: Heitor Alves (BRA) - 1.750

Nenhum comentário:

Postar um comentário