quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Ventos e Velas - Em SC,Bruxo, de Luiz Carlos Schaefer, venceu o Brasileiro da classe BRA/RGS. Katana/Energia (SC) levou o título na classe C30 e Angela Star (RJ) venceu na ORC Geral

Coluna Murillo Novaes
Gabriel Heusi registrou o Ângela Star, campeão na ORC.
Veleiro catarinense Bruxo, do comandante Luiz Carlos Schaefer, venceu o Campeonato Brasileiro da classe BRA/RGS. Katana/Energia (SC) levou o título na classe C30 e Angela Star (RJ) venceu na ORC Geral.
A IV Semana de Vela de Santa Catarina foi encerrada nesta terça-feira, na sede oceânica do Iate Clube, em Jurerê, com festa para os catarinenses. O Circuito Oceânico foi finalizado em boas condições de vento leste, com intensidade de 10-12 nós (aproximadamente 20km/h) e quem brilhou no Campeonato Brasileiro da classe BRA/RGS foi o veleiro Bruxo (SC), do comandante Luiz Carlos Schaefer. Entre os barcos da ORC, melhor para os cariocas do Angela Star, do comandante Peter Siemsen. Fechando o rol de campeões do evento, o catarinense Katana/Energia, comandado por Fábio Filippon, venceu a disputa mais emocionante da semana na classe C30.

Após onze dias de disputa, a IV Semana de Vela de Santa Catarina ficou marcada pela consistência dos ventos, que sopraram com força durante todos os dias de regatas. Nesta terça-feira, 11, não foi diferente e o desfecho para a competição não poderia ter sido melhor. A última regata do dia foi disputada no formato olímpico e os campeões foram definidos em disputas acirradas.
Na Classe BRA/RGS, o veleiro Bruxo fez uma campanha perfeita e venceu a regata decisiva, vencendo o Campeonato Brasileiro da categoria com extrema categoria. Foram cinco vitórias e apenas um segundo lugar nas seis disputas dentro dos quatro dias de evento de vela oceânica. Em segundo lugar na classificação geral ficou o veleiro Argonauta (SC), seguido pelo Garotilho (SC), terceiro colocado.
Se entre os RGS a disputa foi definida com uma grande vantagem de pontos, na Classe C30 a história foi completamente oposta. A decisão ficou para a regata final e o título foi decidido apenas no desempate. O catarinense Katana/Energia, do capitão Fábio Filippon, venceu a disputa derradeira e igualou-se ao seu principal concorrente – Loyal (SP). Com o mesmo número de vitórias (três para cada), segundos lugares (um de cada) e terceiros (também um para cada), a classificação geral foi definida pela última regata, desta forma os catarinenses puderam comemorar o título. Em terceiro lugar ficou o Phoenix Little (SP).
“O campeonato teve um nível muito alto. Tivemos dentro d´água os melhores competidores da Classe C30. Nossa equipe é formada apenas por amadores e nós amamos isso. Vencer em casa é muito bom, ainda mais quando se compete contra campeões mundiais de várias categorias. Essa vitória foi muito importante”, disse Fábio Filippon.
Encerrando as disputas, o veleiro Angela Star, do comandante Peter Siemsen, venceu o evento, mesmo fechando a regata final em terceiro, a embarcação carioca foi a grande vencedora da etapa, que valeu como 1º evento da Copa Brasil de Vela Oceâno. Na segunda posição ficou o catarinense Flash Best Fellow, seguido de perto pelo Kiron (SC).
Classificação final do Circuito Oceânico de Vela (um descarte)
Classe ORC:

1º Angela Star – 1+1+1+(5)+2+3= 8pp
2º Flash Best Fellow – 3+2+2+1+(3)+2 = 10 pp
3º Kiron – 4+3+(4)+2+1+1 = 11 pp
4º Absoluto – 2+4+3+3+(4)+4 = 16pp
5º Melody 5 – 5+5+(6)+4+5+5= 24pp
6º Bijupirá – 6+6+5+6+6+(8) = 29pp
7º Zing 2 – 7+7+7+7+7+(8) = 35pp

Classe C30:

1º Katana/Energia – 1+(10)+3+2+1+1 = 8pp
2º Loyal – 2+1+1+1+3+(4) = 8pp
3º Phoenix Little – 3+2+(5)+3+2+2 = 12 pp
4º Caballo Loco – 4+3+2+(6)+5+6 = 20pp
5º Zeus Team – 5+(6)+6+4+4+3=22pp
6º Barracuda – (7)+4+4+5+6+5 = 24pp
7º Caiçara-Porsche – 6+5+7+(10)+7+7 = 32pp
8º Corta Vento – 8+7+(9)+7+8 +8= 38pp
9º Kaikias – (9)+8+8+8+9+9 = 42pp

RGS:

1º Bruxo – 1+(2)+1+1+1+1 = 5pp
2º Agronauta – 3+1+3+2+(5)+2 = 11pp
3º Garotilho – 2+3+(4)+4+3+3 = 15pp
4º Nemo – 4+5+7+3+2+(10) = 21pp
5º Massu I – (7)+6+6+5+4+4 = 25pp
6º Ursa Maior 5/ Indigo – (8)+4+5+6+6+5 = 26pp
7º Inaê/Transbrasa – 5+(7)+2+7+7+6 = 27pp
8º Açores III – 6+8+(9)+8+8+8= 38pp
9º Blade Runner – (9)+9+8+9+9+7 = 42pp

É importante ressaltar que o Circuito Oceânico faz parte da IV Semana de Vela de Santa Catarina, sendo válido como 1ª etapa da Copa Brasil de Vela Oceano da ABVO, conforme regras da ORC e BRA/RGS. Além disso, o Campeonato Brasileiro de RGS segue as regras reconhecidas pela ABVO, BRA/RGS e pela CBVela.
A Semana de Vela de Santa Catarina é uma realização do Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha e conta com o apoio da Orsegups, Stella Artois, Casas Moreira, Gamper Náutica, DYF, Lusch Produções, Lifan Fratello,Taikô e Hotel Canasvieiras Internacional. A competição tem a chancela da Confederação Brasileira de Vela.
Da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário