quarta-feira, 23 de abril de 2014

Ventos e Velas - A primeira volta ao mundo em solitário sem escalas completa 45 anos.

Murillo Novaes
Sir Robin Knox-Johnston no legendário “Suhaili” em 1969
Aos 75 anos de idade o lendário Sir Robin Knox-Johnston relembra a conquista e já planeja a participação em outra competição em solo ainda este ano. O homem ainda não tinha pisado na lua. Há 45 anos, completar uma volta ao mundo sozinho sem escalas era tão desafiador quanto uma viagem espacial e até hoje tão poucas pessoas navegaram em solo ao redor do mundo quanto realizaram uma viagem espacial.

Em 22 de abril de 1969, Robin Knox-Johnston tornou-se a primeira pessoa a velejar ao redor do mundo sozinho e sem escalas, após concluir com sucesso a competição Sunday Times Golden Globe, promovida por um jornal inglês, a bordo de seu veleiro Suhaili de 32 pés.
Ele não tinha nenhum dos equipamentos modernos e tecnológicos que hoje os velejadores consideram como padrão e até o rádio do barco falhou na maior parte do percurso de 10 meses (312 dias) e 30.000 milhas. Veja o vídeo da chegada da regata em 1969 no link: https://www.dropbox.com/s/l06o4vh869gltu8/Suhaili%20Library.wmv.
Refletindo sobre seu feito histórico, Sir Robin disse: “É difícil acreditar que 45 anos se passaram desde o dia em que completei este desafio histórico. Eu ainda estou muito orgulhoso da conquista que marcou o início de muitos momentos memoráveis ​​que tenho no mar. Competições de oceano sempre foram fundamentais na minha vida. Hoje com 75 anos tenho o prazer de dizer que a minha sede por emoções e aventuras não acabou e já estou me preparando para mais um desafio”.
Sir Robin Knox-Johnston é um dos vejejadores mais famosos da Grã-Bretanha e no outono deste ano ele irá competir novamente em uma competição transatlântica em solitário, a clássica “Route du Rhum”.
Depois de sua primeira circunavegação, ele participou como comandante da Whitbread em 1977/8, da “Enza New Zealand” com o falecido Peter Blake ganhando o Troféu Júlio Verne 1994 de circunavegação mais rápida do mundo e completou a Velux5Oceans em 2006/7, com 68 anos.
Robin foi nomeado cavaleiro em 1995 e eleito tres vezes como o Iatista do ano no Reino Unido. Também ganhou o título de Velejador da ISAF (Maior Associação Internacional da Vela) com o Peter Blake, e em 2007 foi nomeado para o Hall da Fama da ISAF. Em 1996 ele criou a Regata de Volta ao Mundo Clipper Race (www.clipperroundtheworld.com) para oferecer às pessoas de todas as idades e esferas da vida a experiência e a emoção das corridas de oceano.
Desde então mais de 4.000 pessoas foram introduzidas na vela por meio da Clipper Race. A regata acontece bienalmente e hoje é a mais longa competição de oceano do mundo. A nona edição da regata teve início em setembro de 2013 e termina após quase um ano no mar em 12 de julho de 2014, em Londres.
A flotilha disputa agora a etapa denominada PSP Logistics Panamá 100 Cup, uma fase muito tática que começa na Califórnia e termina no Panamá. O percurso leva cerca de três semanas para ser concluído e inclui a travessia do Canal do Panamá que está completando 100 anos.
Para mais informações visite: www.robinknox-johnston.co.uk

Por Flavia Goffi, da Assessoria da Clipper Race

Nenhum comentário:

Postar um comentário