quarta-feira, 21 de maio de 2014

Ciclismo - Rogers vence em seu retorno

Fonte Prologo
Veterano de 34 anos conquista primeira vitória após volta de suspensão e aumenta domínio australiano no Giro.
Na segunda etapa mais longa deste Giro d'Italia, Michael Rogers conquistou, nesta quarta-feira (21), uma das mais emocionantes vitórias da competição até o momento. Com um ataque solo na descida da última montanha, o australiano da Tinkoff-Saxo liderou sozinho por mais de 20 km conseguindo abrir uma boa vantagem para o pelotão, que se manteve até a linha de chegada. Simon Geschke (Giant-Shimano) e Enrico Battaglin (Bardiani) completaram o grupo dos três melhores.


Esta foi a primeira vitória do veterano de 34 anos em uma grande volta. O Giro d'Italia, aliás, é apenas sua segunda competição no ano já que em dezembro de 2013 o ciclista foi pego em um exame antidoping durante a Japan Cup (prova que ele havia vencido), que detectou a presença de clenbuterol. Rogers foi suspenso e teve sua vitória cancelada. 
Posteriormente, em abril deste ano, foi inocentado após a UCI admitir a grande possibilidade de Rogers ter ingerido a substância ao consumir carne contaminada na China, em uma competição que antecedeu o Japan Cup.
A vitória de Rogers marca também um novo triunfo da Austrália neste Giro d'Italia. O país oceânico venceu o contrarrelógio por equipes com a Orica-GreenEdge e uma etapa com Michael Matthews. Além disso, Matthews e Evans lideraram a competição em dez dos onze dias até o momento.
Entre os ciclistas que lutam pela classificação geral, Diego Ulissi foi o maior prejudicado da 11ª etapa. O ciclista da Lampre-Merida envolveu-se em um acidente ainda na descida da primeira montanha do dia, que o impossibilitou de acompanhar o ritmo do pelotão. Cruzou na 58ª posição a mais de 4min do pelotão principal.                                                                               Já os demais terminaram juntos com o líder Evans (BMC) mantendo os 57s de vantagem sobre Urán (Omega Pharma).
A etapa desta quarta-feira contou com longos 249 km e duas montanhas de 2ª categoria no trajeto. Uma grande fuga com 22 ciclistas se formou no alto de Passo Cento Croci, a primeira montanha do dia.
Conforme a segunda montanha foi se aproximando, acidentes e ataques foram reduzindo o grupo de líderes. Antes da segunda subida, Julian Arredondo (Trek) atacou e manteve uma liderança até o topo de Naso di Gatto. No início da descida, o pelotão neutralizou definitivamente a fuga.
Mas foi nos últimos 20 km que começou o show de Michael Rogers. Tricampeão mundial de contrarrelógio individual (2003, 2004 e 2005), o australiano usou de toda sua técnica na descida para aumentar sua vantagem, que chegou na casa dos 40 segundos. Nos últimos 3 km, já no plano, atacou as curvas e suportou a pressão do pelotão, vencendo com uma vantagem de 10 segundos. Esta foi sua primeira vitória desde 2012.
O Giro d'Italia prossegue na quinta-feira (22) com o primeiro contrarrelógio individual. Serão 41,9 km entre Barbaresco e Barolo. O Prólogo faz o minuto a minuto a partir das 10h30.

Resultado 11ª etapa
1. Michael Rogers (AUS) Tinkoff-Saxo - 5h48min07s
2. Simon Geschke (ALE) Team Giant-Shimano +10s
3. Enrico Battaglin (ITA) Bardiani-CSF +10s
4. Wilco Kelderman (HOL) Belkin Pro Cycling Team +10s
5. Gianluca Brambilla (ITA) Omega Pharma - Quick-Step Cycling Team +10s
6. Moreno Moser (ITA) Cannondale +10s
7. Ryder Hesjedal (CAN) Garmin Sharp +10s
8. Matteo Rabottini (ITA) Neri Sottoli - Yellow Fluo +10s
9. Fabio Andres Duarte Arevalo (COL) Colombia +10s
10. Alexis Vuillermoz (FRA) AG2R La Mondiale +10s

Classificação geral após 11 etapas
1. Cadel Evans (AUS) BMC Racing Team 
2. Rigoberto Uran Uran (COL) Omega Pharma - Quick-Step Cycling Team +57s
3. Rafal Majka (POL) Tinkoff-Saxo +1min10s
4. Domenico Pozzovivo (ITA) AG2R La Mondiale +1min20s
5. Steve Morabito (SUI) BMC Racing Team +1min31s
6. Fabio Aru (ITA) Astana Pro Team +1min39s
7. Wilco Kelderman (HOL) Belkin Pro Cycling Team +1min44s
8. Nairo Alexander Quintana Rojas (COL) Movistar Team +1min45s
9. Robert Kiserlovski (CRO) Trek Factory Racing +1min49s
10. Ivan Basso (ITA) Cannondale +2min01s

Nenhum comentário:

Postar um comentário