segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Motovelocidade - Tragédia, Luto na pista do Eusébio. Piloto de Juazeiro do Norte, da equipe Blu Race, sofre acidente no 'warm up' e morre a caminho do hospital

Fonte Diario do Nordeste
Uma falha na suspensão da moto é apontada por colegas como a possível causa do acidente que vitimou o piloto Léo Moraes, da categoria Fast Pro (a principal do Fast 1000 GP). As causas do acidente serão investigadas  FOTO: ROBÉRIO LESSA .
Moraes fazia o "warm up" (aquecimento do motor da moto) antes da largada da 3ª etapa do Fast 1000 GP, evento que pontua para os campeonatos Cearense e Nordestino de Motovelocidade, quando se acidentou.
O jornalista Robério Lessa descreveu que "Léo saía da curva Fernando Ary e seguia para a reta oposta e na freada da curva do viaduto quando a moto capotou - pneu dianteiro foi sacado -, e caiu, de cabeça, na pista".
Atendimento
Com o piloto desacordado, Marcos Korukian, médico da prova, chegou ao local logo após o ocorrido. "O acidente foi grave. Moraes estava inconsciente, na posição decúbito ventral (de barriga para baixo). Foi virado, retirado o capacete, colocado o colar cervical e reanimado", explicou o Dr. Marcos. O médico acrescentou que o piloto tinha um sangramento na boca, "não sei se dente, corte na língua ou ferimento de gravidade maior. Nós o estabilizamos e o transferimos para um hospital".
De ambulância, Moraes foi levado para o IJF, mas devido a uma parada cardíaca no caminho, a ambulância desviou para o hospital da Unimed (São João do Tauape). Ele deu entrada no hospital às 10h e sua morte foi confirmada às 10h30.
Cancelada
Com o falecimento de Léo Moraes, a organização da prova, tendo à frente Israel Lisboa, de acordo com os pilotos da categoria do piloto juazeirense, a Fast Pro, e das demais categorias, decidiu cancelar as provas do Fast 100 GP neste domingo. As causas do acidente serão investigadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário