segunda-feira, 27 de julho de 2015

Surf - Rota do Mar Pro, Pigmeu arretado

Por Vinicius Sá Moura - Fonte Waves
Bernardo Pigmeu vence a profissional do Rota do Mar em Maraca; Vice Ivan Silva fatura título Pernambucano. Foto: Claudio Damangar
No domingo de decisões do Rota do Mar Pro, Maracaípe, (PE) amanheceu com chuva e muito vento. Com o mar agitado, ninguém teve vida fácil e alguns surfistas de categorias menores tiveram dificuldades para atravessar o “quebra coco”. Mesmo com a maioria das ondas de tamanho fechando no inside, os profissionais e amadores deram um verdadeiro show nas baterias que definiram os campeões desta etapa e do Circuito Pernambucano de Surf deste ano.
Enquanto alguns surfistas se arriscavam ao se jogar – literalmente -, nas ondas de Maracas, àqueles com mais conhecimento do pico conseguiram encontrar bons tubos e paredes manobráveis.
Bernardo Pigmeu, ex-Top do WCT, e Ivan Silva disputaram a primeira posição durante toda a bateria. Ivan, local do pico, contou com a força da torcida, mas no final, não conseguiu deter um Pigmeu arretado, que soube aproveitar o tempo que firmou moradia em Maraca para aprender as manhas do pico. Resultado final: vitória de Bernardo Pigmeu na segunda etapa. Já Ivan, com a segunda colocação garantiu o título Pernambucano e, de quebra, saiu patrocinado pela Rota do Mar.
O “índio voador”, Elivelton Santos, fez uma boa campanha, e terminou em terceiro, seguido de Arthur Andrade, uma das revelações do evento, em quarto.
Marcação cerrada!
Ainda nas semifinais, Halley Batista disputava a liderança de sua bateria contra Ivan Silva e marcava de perto o adversário, mas deu mole para Arhur Andrade, que aproveitou o espaço que tinha para botar para dentro de bom tubo, tirando Halley das finais.

Na Open, o mar continuou complicado. Melhor para Denner Carvalho, que saiu de um belo tubo que o garantiu 9.50, e o título da categoria desbancando os favoritos Isaías Silva e Rafael Joaquim.
Surpresa no FemininoDurante todo o evento, quando Pâmela Lopes ia competir, todos os olhares estavam voltados para a água. Com apenas 7 anos de idade, e acompanhada de perto pelo pai, que vai nadando ao lado da filha em todas as baterias, a pequena foi derrubando uma à uma suas adversárias e surpreendentemente venceu a categoria Feminina.
avoritismo confirmado!Pequeno e cheio de talento, o potiguar Mateus Sena não se acanhou com o tamanho das ondas, e se jogou para faturar o título da Iniciante. Local de Ponta Negra, terra do Top Jadson Andre, Mateus já acumula grande experiência em campeonatos ao redor do Brasil, e figura como uma das jovens promessas do Nordeste.
“Com esse mar complicado, conseguir uma boa onda é como ganhar na loteria. O atleta precisa ter cautela e saber esperar a certa”, comentou Mateus.
Na Mirim, Cauã Nunes conseguiu uma boa batida, 7,5 de nota e o título. Reginaldo Silva se jogou no quebra coco e levou a Infantil, enquanto na Junior o campeão Jannifer de Souza cravou a vitória no ar, com um aéreo que o rendeu a maior nota da bateria.

Decisão em família!
No longboard, dois irmãos, Reginaldo e Romualdo Nascimento, naturais de Maraca, conquistaram o primeiro e segundo lugar – respectivamente. Já que as ondas de Maracas não favoreciam a pratica da categoria, os dois guarda-vidas do litoral pernambucano, decidiram buscar ondas no outside para evitar a quebra das pranchas – revezadas por eles durante os treinos diários.
Na Master, Saulo Carvalho mostrou-se a vontade na bateria e, com um surf forte e preciso, liderou todo o confronto, vencendo de ponta a ponta.
O mar estava muito difícil, mas eu me mantive tranquilo. Nessas condições, não adianta querer pegar qualquer onda. Eu tive sorte e acertei duas ondas boas. A Rota do Mar está de parabéns pelo circuito”, disse o experiente atleta de 40 anos.
Assim como na primeira etapa do Circuito Rota do Mar realizada em abril, na Praia do Futuro (CE), Isaias Silva confirmou o favoritismo e conquistou a Senio – dessa vez, de virada nos minutos finais.

Em boa parte das categorias, a experiência foi fundamental para a vitória, e na categoria Grand Kahuna, vencida por Edu Elias, não foi diferente. Na categoria com mais “bagagem” do evento, o potiguar de 40 anos soube manter a frieza e ler bem sua onda para também vencer de virada.
Próxima paradaA terceira etapa do Circuito Rota do Mar Pro Surf 2015 acontece nos dias 27, 28 e 29 de novembro na praia da Pipa, no Rio Grande do Norte. O campeão geral da categoria Profissional, que será definido nesta última etapa, ganhará ainda uma passagem aérea internacional para sua próxima trip de surf.

Nenhum comentário:

Postar um comentário