segunda-feira, 11 de abril de 2016

Surf - Lucas Silveira, De Olho no Rio

Fonte Waves
Lucas Silveira torce por convite da WSL e comenta polêmica envolvendo as vagas de wildcard no Oi Rio Pro. Foto: Divulgação / WSL.
O carioca Lucas Silveira é um dos nomes ventilados para conseguir a vaga de wildcard da World Surf League (WSL) no Oi Rio Pro 2016, etapa do Championship Tour que será disputada na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ), entre 10 e 21 de maio.

No momento, o atual campeão mundial Pro Junior está escalado na triagem da competição, junto com outros 15 atletas, todos brigando pela outra vaga de wildcard - oferecida pela Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ). 

Porém, Lucas está confiante em ser indicado pela WSL e entrar direto no evento. "Com todo respeito aos surfistas brasileiros e cariocas, acho que reúno os requisitos para receber uma das vagas disponíveis para o evento do Rio. Sou carioca, disputo e vou disputar com seriedade todo o circuito de acesso QS. Sou o atleta do Rio melhor classificado atualmente no ranking do QS e sou o atual campeão mundial Pro Junior", diz Lucas.

Uma grande polêmica surgiu depois que foi anunciada uma triagem. Perguntado sobre o que achou doscritérios utilizados pela FESERJ, Lucas não hesitou: "Não sou contra a triagem, mas o critério escolhido achei bem errado. Colocaram os oito primeiros do ranking carioca de 2013, que foi o último ano realizado, e os melhores cariocas no ranking brasileiro. Isso é uma triagem para o CT, tinha que reunir os atletas que correm o QS e que têm chance de estar ali algum dia. Gosto muito do circuito brasileiro da ABRASP, mas não tem nada a ver com a WSL", alegou o atleta.

"De qualquer forma, se a WSL prestigiar os surfistas brasileiros, não teremos problemas com vagas, pois sobrarão muitas em função dos atletas lesionados e os que não correrão no Rio por vontade própria, da mesma forma que aconteceu em Margaret River, onde, além da triagem (vencida por Jacob Wilcox), ainda convidaram mais dois surfistas locais (Jay Davies e Jack Robinson)".


Nenhum comentário:

Postar um comentário