quarta-feira, 13 de abril de 2016

Surf - Marands Brasileiro de Surf Máster e Longboard em Maracaipe

Por Chico Padilha
Nos pranchões do Longboard acontecerão disputas exclusivamente da profissional em 29 de abril, o dia de abertura do “Marands Brasileiro de Surf Máster e Longboard” que nessas pranchas acima de nove pés terá disputas na última sexta-feira de abril apenas na categoria Profissional, enquanto no fim de semana disputam as três amadoras dos pranchões: Open, Máster e Kahuna. Pelo CBSurf Máster as disputas serão nos dias 30 de Abril e primeiro de maio, reunindo ícones do surfe nacional, verdadeiras lendas do esporte que, além de um harmônico congraçamento, buscarão mostrar que continuam “mandando bem” nas ondas, que para eles competirem serão as de Maracaípe, Ipojuca, Pernambuco, onde os participantes, quase sem exceção, tem passagens vitoriosas e precisam ter nascido em 1980 ou antes para disputar a Máster; em 1975 ou anteriormente para se inscrever na Grand Master, enquanto Kahuna exige mais idade e só quem nasceu em 1970 ou antes participará, ficando para a Grand Kahuna a maior exigência: seus participantes precisam ter nascidos em 1965 ou em anos anteriores, para os profissionais do Longboard e Open não há limite de idade.
Inscrições abertas
As inscrições para disputas longboard do “Marands Brasileiro de Surf Máster e Longboard” serão feitas mediante reservas e enviando nome, estado e categoria com o pagamento local um dia antes do evento bem como no dia29/04/2016. Na modalidade longboard serão 32 vagas na categoria pro ao valor de R$ 150 (Cento e Cinquenta reais),Enquanto na Máster, Kahuna e Open o número de vagas é 16 em cada e o valor R$ 130 (Cento e trinta reais), devendo se enviar dados ao e-mail:ansgeraldinho@hotmail.come  maiores informações pelo fone (81) 99282-5177(Geraldo Cavalcanti),brunofepesu@yahoo.com.br(Bruno Cavalcanti).


Para as outras disputas, Adalvo Argolo, presidente da Confederação Brasileira de Surf, ratificando o que já havia sido antecipado no facebook CBSurf, informou : “As inscrições no valor de R$130,00 (Cento e Trinta Reais) devem ser feitas através da Conta da CBS (Confederação Brasileira de Surf), Banco do Brasil AG: 3457-6, C/C: 63299-6, CNPJ: 02995720/0001-60. Depois enviar o comprovante e dados para o e-mail: adalvoargolo@gmail.com (Confederação Brasileira de Surf) sendo necessário apresentar o atleta documento original na praia do pagamento e  a devida identificação.” afirmou em trecho antes de finalizar informando que Dez mil distribuídos.
 “Marands Brasileiro de Surf Máster e Longboard” tem patrocínio Secretaria de Juventude e Esportes (Sejuve) Prefeitura de Ipojuca e Marands Surf Wear, sendo realizaçao Confederação Brasileira de Surf e Federação Pernambucana de Surf com apoio Pranchas Real Magia e Sargaço Surfboards, blocos Teccel, Bar do Marcão, Bar da Mônica, Parador 81 e Sunset Temakeria.
Relembrando o CBSurf Máster 2015
O potiguar Danilo Costa, na Máster, o cearense Rogério Dantas, na Grand Máster, o paraibano Fábio Gouveia, na Kahuna, e o pernambucano Cláudio Marroquim, na Grand Kahuna, detém o título de campeão Brasileiro nessas categorias de surfe de veteranos que vai do “caçula” Danilo, nas disputas de mínimos trinta e cinco anos, até Cláudio entre os mais que cinquentão da Grand Kahuna, a com exigência maior das quatro categorias, que possuem cinco anos de diferença na escada em relação ao degrau anterior, sendo Grand Máster para quarentões e Kahuna exclusiva aos que possuem quarenta e cinco anos no mínimo.
Os baianos Marcelo Alves e Jojó de Olivença, os cariocas Guilherme Herdy, Ricardo Bocão e Alexandre Almeida, o Dadazinho, mais o potiguar Joca Júnior, se destacaram no penúltimo dia da temporada passada, a exemplo de dois que não deixaram sua faixa de campeão 2015 ser carimbada em Itacaré: o Kahuna Gouveia e o cearense vitorioso estreante da Grand Master Rogério Dantas, enquanto na Máster o carioca Dadazinho vencia uma final multi-regional em que o campeão Danilo Costa não conseguiu vaga e o Rio de Janeiro colocou dupla, número só menor do que o trio baiano entre os com mais de cinquenta anos da Grand Kahuna onde a frente do trio, Adalvo Argolo deixou em segundo o surfista da terra do frevo e campeão 2015 Cláudio Marroquim.
Primeiro pódio
O pernambucano Cláudio Marroquim em 1987 estava no primeiro pódio profissional de um circuito brasileiro e recentemente já entrou em ação na Confederação Brasileira de Surf: foram suas “Real Magia” as oito pranchas na premiação do primeiro dos circuitos que a entidade já começou.
Cláudio, apenas no dia final foi presença mais constante em meio ao grande e atento público da abertura do Brasileiro de Seleções CBSurf, no sábado dedicou-se mais a surfar, ou melhor: a treinar, sinal de que almeja permanecer com o título Grand Kahuna, que em 2016, a exemplo das demais, terá estreantes além de ser aguardada a volta de Mickey Hoffman, de vários títulos levados para a Santa Catarina que representa.
CBSurf Máster 2015
Máster Campeão - Danilo Costa (RN)
Grand Máster Campeão - Rogério Dantas (CE)
Kahuna Campeão - Fábio Gouveia (PB)
Grand Kahuna Campeão - Claudio Marroquim (PE) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário