segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Surf - Courtney Conlogue é bicampeã no Cascais Pro em Portugal

João Carvalho - WSL South America Media Manager
Courtney Conlogue (EUA) (©WSL / Poullenot)
A norte-americana Courtney Conlogue, 24 anos, conquistou o bicampeonato no Cascais Women´s Pro e segue na disputa do título mundial do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour. Mas, a tarefa será difícil para ela, pois a decisão em Portugal foi contra a líder do ranking, Tyler Wright, 22. Com isso, a australiana manteve uma grande vantagem de 5.250 pontos para as etapas da França e Havaí, que vão definir uma nova campeã mundial nesta temporada. Elas lutam pelo seu primeiro título e são as únicas que estão na briga pelo caneco de 2016. O penúltimo desafio para as meninas é o Roxy Pro France, que será disputado junto com o Quiksilver Pro masculino, de 4 a 15 de outubro em Hossegor, na França.


"Estou feliz por estar de volta ao pódio", disse Courtney Conlogue, que não disputava uma final no CT desde as três consecutivas que fez nas etapas que abriram a temporada na Austrália. "Não foi fácil. As condições (do mar) ficavam mudando e fiquei meio perdida lá fora, mas felizmente consegui pegar uma boa onda. Eu vi a Tyler (Wright) indo mais para o norte da praia, foi uma tática diferente dela, mas fiquei no que eu tinha treinado e deu tudo certo".

Não entraram muitas ondas boas na decisão e Courtney Conlogue pegou a melhor da bateria para fazer uma série de cinco manobras e ganhar nota 8,17, que garantiu a vitória por 13,00 a 12,26 pontos. A australiana só conseguiu duas na casa dos 6 pontos nos dez minutos finais da bateria. Tyler Wright ainda pegou a última onda para tentar ganhar sua terceira final da californiana esse ano, mas ela só rendeu nota 5,93 e precisava de 6,68 para virar o placar. 

Essa foi a quinta decisão da australiana nas oito etapas completadas em Portugal e a primeira que ela perdeu. As duas primeiras vitórias foram conquistadas sobre a norte-americana na Austrália, no Roxy Pro Gold Coast e no Drug Aware Margaret River Pro. O terceiro título de Tyler Wright já veio na etapa seguinte, no Oi Rio Pro do Brasil, derrotando Sally Fitzgibbons nas ondas do Postinho da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. E depois ganhou outra final australiana contra a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore no Swatch Women´s Pro, em Lower Trestles, San Clemente, na Califórnia, Estados Unidos. 

TÍTULO MUNDIAL NA FRANÇA - Com a excelente campanha, conquistando incríveis 76,8% dos pontos disputados nas oito etapas computadas no ranking, Tyler Wright só não será consagrada campeã mundial de 2016 na França, se Courtney vencer o Roxy Pro. A contagem regressiva para a australiana já começa na terceira fase da competição, pois ela fica com o título se a americana não passar nenhuma bateria em Hossegor e ela ganhar apenas uma. O nono lugar também garante o caneco para Tyler se Courtney não chegar nas semifinais.

A norte-americana só leva a decisão para o Maui Women´s Pro se vencer o Roxy Pro France. Mesmo que a australiana esteja na final, como agora em Portugal, pois a californiana ainda poderá igualar pontuação de Tyler se ganhar a última etapa no Havaí. Aí a australiana vai precisar chegar nas semifinais na Ilha de Maui para desempatar. Se a americana for finalista na França e não vencer, Tyler Wright será a campeã mundial se ficar em terceiro lugar no Roxy Pro, ou seja, ter passado para as semifinais. E para piorar a situação de Courtney Conlogue, a australiana é grande favorita nas ondas de Hossegor, vencendo esta etapa no ano passado. 

"Parabéns a Courtney (Conlogue), que realmente surfou a melhor onda da bateria, mas estou feliz pelo meu desempenho durante todo o evento", disse Tyler Wright, após a decisão do Cascais Women´s Pro. "Vou para a França agora com o mesmo objetivo, de ganhar cada bateria até chegar na final. Eu estou muito contente com o meu surfe e aprendendo bastante com a quantidade de baterias que tenho disputado. Esse é o meu sexto ano no CT e nunca aprendi tanto na minha vida. Eu sei que estou em uma corrida pelo título, então sei o que eu quero e o que eu posso fazer".

QS 10000 EM PORTUGAL - Também em Portugal, está sendo realizado o terceiro QS 10000 do ano, que vai fechar a "perna europeia" do WSL Qualifying Series neste fim de semana nas praias de Cascais, vila localizada a 30 minutos de Lisboa. Até agora, o palco do Cascais Billabong Pro e do Cascais Women´s Pro vem sendo a Praia do Guincho, que na sexta-feira bombou boas ondas de 4-5 pés para fechar o CT feminino e dar sequência no QS masculino.

Um total de nove brasileiros passou pela terceira fase e avançou para a rodada dos 24 melhores do campeonato. O potiguar Jadson André, bicampeão desta etapa em 2013 e 2014, conquistou a primeira vaga numa dobradinha verde-amarela com o jovem catarinense Yago Dora. Além deles, outro potiguar da elite mundial do CT, Italo Ferreira, o pernambucano Ian Gouveia e o baiano Bino Lopes, que defendem vagas no G-10 do QS, o catarinense Tomas Hermes e os paulistas Jessé Mendes, Hizunomê Bettero e Victor Bernardo.

BATERIAS DA QUARTA FASE DO QS 10000 CASCAIS BILLABONG PRO: 
1.a: Jadson André (BRA), Jessé Mendes (BRA), Gony Zubizarreta (ESP)
2.a: Joan Duru (FRA), Stu Kennedy (AUS), Yago Dora (BRA)
3.a: Ryan Callinan (AUS), Ramzi Boukhiam (MAR), Hizunomê Bettero (BRA)
4.a: Italo Ferreira (BRA), Bino Lopes (BRA), Aritz Aranburu (ESP)
5.a: Connor O´Leary (AUS), Brett Simpson (EUA), Tom Whitaker (AUS)
6.a: Ian Gouveia (BRA), Tanner Gudauskas (EUA), Victor Bernardo (BRA)
7.a: Jeremy Flores (FRA), Jack Freestone (AUS), Kanoa Igarashi (EUA)
8.a: Tomas Hermes (BRA), Soli Bailey (AUS), Dimitri Ouvre (BLM)

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE - A World Surf League (WSL), antes denominada Association of Surfing Professionals (ASP), tem como objetivo celebrar o melhor surf do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão. 

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, promovendo os eventos que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Samsung Galaxy Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelowww.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL já possui uma enorme legião de fãs apaixonados em todo o planeta que acompanha as performances dos melhores surfistas do mundo, como Gabriel Medina, John John Florence, Adriano de Souza, Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Greg Long, Makua Rothman, Carissa Moore, entre outros, competindo no mais imprevisível e dinâmico campo de jogo entre todos os esportes no mundo, que é o mar.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

-----------------------------------------------------------
João Carvalho - WSL South America Media Manager
(48) 9988-2986 - jcarvalho@worldsurfleague.com 
-----------------------------------------------------------

TOP-10 DO JEEP WSL LEADERBOARD - após a 8.a das 10 etapas de 2016:
1.a: Tyler Wright (AUS) - 61.450 pontos
2.a: Courtney Conlogue (EUA) - 56.200
3.a: Carissa Moore (HAV) - 47.700
4.a: Tatiana Weston-Webb (HAV) - 43.650
5.a: Johanne Defay (FRA) - 42.100
6.a: Stephanie Gilmore (AUS) - 39.050
7.a: Malia Manuel (HAV) - 38.700
8.a: Sally Fitzgibbons (AUS) - 36.500
9.a: Sage Erickson (EUA) - 33.750
10.a: Laura Enever (AUS) - 29.000

RESULTADOS DO CASCAIS WOMEN´S PRO EM PORTUGAL:
Campeã: Courtney Conlogue (EUA) por 13,00 pontos (8,17+4,83) - US$ 60.000 e 10.000 pontos
Vice-campeã: Tyler Wright (AUS) com 12,26 pontos (notas 6,33+5,93) - US$ 30.000 e 8.000 pontos

SEMIFINAIS - 3.o lugar com 6.500 pontos e US$ 18.250 de prêmio:
1.a: Tyler Wright (AUS) 16.50 x 10.17 Johanne Defay (FRA)
2.a: Courtney Conlogue (EUA) 17.66 x 10.17 Coco Ho (HAV)

QUARTAS DE FINAL - 5.o lugar com 5.200 pontos e US$ 13.250 de prêmio:
1.a: Johanne Defay (FRA) 10.57 x 10.37 Tatiana Weston-Webb (HAV)
2.a: Tyler Wright (AUS) 12.16 x 11.63 Sage Erickson (EUA)
3.a: Courtney Conlogue (EUA) 15.97 x 8.33 Malia Manuel (HAV)
4.a: Coco Ho (HAV) 11.07 x 10.50 Carissa Moore (HAV)

QUARTA FASE - Vitória=Quartas de Final e Derrota=9.o lugar com 3.300 pontos e US$ 10.500:
1.a: Johanne Defay (FRA) 12.83 x 7.40 Laura Enever (AUS)
2.a: Sage Erickson (EUA) 12.00 x 7.60 Alessa Quizon (HAV)
3.a: Malia Manuel (HAV) 15.33 x 8.43 Sally Fitzgibbons (AUS)
4.a: Coco Ho (HAV) 9.70 x 7.33 Lakey Peterson (EUA)

TERCEIRA FASE - Vitória=Quartas de Final e 2.a e 3.a=Quarta Fase:
1.a: 1-Tatiana Weston-Webb (HAV)=13.66, 2-Johanne Defay (FRA)=13.43, 3-Alessa Quizon (HAV)=12.17
2.a: 1-Tyler Wright (AUS)=12.83, 2-Sage Erickson (EUA)=12.50, 3-Laura Enever (AUS)=11.44
3.a: 1-Courtney Conlogue (EUA)=16.03, 2-Sally Fitzgibbons (AUS)=15.06, 3-Lakey Peterson (EUA)=8.77
4.a: 1-Carissa Moore (HAV)=18.93 2-Coco Ho (HAV)=14.66, 3-Malia Manuel (HAV)=13.16

SEGUNDA FASE - Derrota=13.o lugar com 1.750 pontos e US$ 9.000 de prêmio:
1.a: Coco Ho (HAV) 16.00 x 11.77 Bianca Buitendag (AFR)
2.a: Alessa Quizon (HAV) 15.40 x 13.67 Nikki Van Dijk (AUS)
3.a: Malia Manuel (HAV) 13.00 x 8.33 Teresa Bonvalot (PRT)
4.a: Sage Erickson (EUA) 14.83 x 9.50 Pauline Ado (FRA)
5.a: Laura Enever (AUS) 12.83 x 6.40 Chelsea Tuach (BRB)
6.a: Lakey Peterson (EUA) 15.06 x 11.90 Keely Andrew (AUS)

PRIMEIRA FASE - Vitória=Terceira Fase e Derrota=Segunda Fase:
1.a: 1-Johanne Defay (FRA)=9.40, 2-Coco Ho (HAV)=9.00, 3-Sage Erickson (EUA)=2.34
2.a: 1-Tatiana Weston-Webb (HAV)=10.76, 2-Laura Enever (AUS)=8.00, 3-Alessa Quizon (HAV)=5.93
3.a: 1-Tyler Wright (AUS)=13.17, 2-Teresa Bonvalot (PRT)=8.00, 3-Keely Andrew (AUS)=5.36
4.a: 1-Courtney Conlogue (EUA)=13.40, 2-Bianca Buitentag (AFR)=12.16, 3-Pauline Ado (FRA)=7.57
5.a: 1-Carissa Moore (HAV)=12.63, 2-Nikki Van Dijk (AUS)=10.77, 3-Chelsea Tuach (BRB)=7.00
6.a: 1-Sally Fitzgibbons (AUS)=17.33, 2-Malia Manuel (HAV)=11.37, 3-Lakey Peterson (EUA)=6.90

Nenhum comentário:

Postar um comentário