quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Surf - Prainha Master 2016 - Vem aí a quarta e última etapa do Ano

Ricosurf - 
Grandes nomes do esporte que já passaram dos 60 anos, como Daniel Friedman, Ricardo Bocão, Otavio Pacheco, Cauli Rodriguez e Ronaldo Moreno e outros. Foto Nelson Viega
Durante o final de semana dos dias 3 e 4 de dezembro a Prainha, no Recreio dos Bandeirantes, receberá 108 atletas durante a realização da quarta e última etapa do Circuito Prainha Master 2016.
O evento, que há mais de 15 anos coroa os melhores Masters do país, homenageará novamente os grandes nomes do esporte que já passaram dos 60 anos, como Daniel Friedman, Ricardo Bocão, Otavio Pacheco, Cauli Rodriguez e Ronaldo Moreno.
As inscrições da competição já estão abertas no quiosque Soul Prainha Rio, no meio da Prainha, em frente à entrada do Parque Municipal. As vagas geralmente esgotam muito rápido tamanha a procura de interessados em participar do evento.

O diferencial desta etapa é que o resultado definirá os grandes campeões do ranking 2016. A ASAP premiará os dois primeiros colocados de cada categoria com duas pranchas, além de premiação em dinheiro para os profissionais (R$800, R$600, R$400 e R$200, respectivamente para os primeiro, segundo, terceiro e quarto colocados).

No final de semana seguinte, a ASAP irá premiar os quatro primeiros colocados de cada categoria durante a tradicional festa de final de ano organizada pela Associação. Em 2016 a ASAP completará 15 anos de festa, realizada no sítio do Marco Alho, surfista local da Prainha e proprietário do quiosque Soul Prainha Rio.

"Esse ano vamos fazer uma confraternização muito bonita para comemorar 15 anos de festa ASAP", afirmou Marco Alho.
O Circuito Prainha Master 2016 tem o patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Lojas WQSurf, Sandálias Kenner, AMBEV, Wetworks pranchas de surf. Realização Associação dos Surfistas e Amigos da Prainha (ASAP) e homologado pela FESERJ - Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro.

O Circuito também conta com o apoio da Art in Surf, Artesanal Produtos Naturais, Restaurante Gugut, Restaurante Los Frick, Óticas Carneiro, Parafinas Fu-Wax, Quiosques Soul Prainha Rio e Brother, Blocos Teccel, Quilhas Future, Pranchas Island Mana, Macarra Shapes, Estrella Surfboards, e Sergio Filho Surfboards.

Apoio de Mídia da RicoSurf e da Revista Surfar.

Sobre a ASAP - Associação dos Surfistas e Amigos da Prainha

Tudo começou em 1989, com a negociação de uma moto. Quando o primeiro presidente da ASAP, Carlos Eduardo Cardoso, o "Grande", foi negociar a venda do veículo no escritório da construtora Santa Isabel, ele se deparou com a maquete de um condomínio de prédios que estava para ser construído no lugar onde hoje é o Parque Municipal da Prainha.

Correndo contra a destruição do "santuário dos surfistas" do Rio de Janeiro, em 1990 foi promulgado o projeto do então vereador Alfredo Sirkis, que deu origem à Lei nº 1.534/90, transformando a Prainha em Área de Proteção Ambiental.

Em 1992, o mesmo grupo de surfistas frequentadores da Prainha que protestou contra a construção do condomínio, se reuniu e fundou a Associação de Surfistas e Amigos da Prainha (ASAP), com o "Grande" firmado como o primeiro Presidente do grupo.

Finalmente, em 2001, após anos de luta, a ASAP alcançou um de seus principais objetivos com a criação do Parque Natural Municipal da Prainha, demarcado como uma unidade de conservação (UC).

Apesar de protegida, a Prainha ainda sofre com problemas de desova de carros, festas noturnas, entrada irregular de materiais de construção, furtos na área dos quiosques, etc, Por isso, atualmente a luta da ASAP é pela instalação de dois portais em locais estratégicos, para proteger e controlar os acessos a Prainha.

Por Urba.Na.Mente


Nenhum comentário:

Postar um comentário