quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Surf - Silvana Lima estreia com vitória na temporada 2017 _

João Carvalho - WSL South America Media Manager -
Silvana Lima (CE) (@WSL / Grant Sproule) -
A cearense e mais sete sul-americanos vão disputar classificação para as oitavas de final do primeiro QS 6000 do ano que está sendo promovido pelo tradicional Surfest Newcastle na Austrália
A brasileira Silvana Lima estreou com vitória na temporada 2017, que marca seu retorno a divisão de elite da World Surf League. A cearense é uma das poucas meninas que arriscam os aéreos nas baterias e foi voando que ela ganhou a sua primeira bateria no ano, passando para a quarta fase do QS 6000 Anditi Women´s Pro na Austrália. Na quinta-feira do tradicional Surfest Newcastle em Merewether Beach, sete sul-americanos também passaram da terceira fase e vão disputar classificação para as oitavas de final do QS 6000 Maitland and Port Stephens Toyota Pro, os brasileiros Alejo Muniz, Yago Dora e Jean da Silva, que farão uma bateria catarinense na Austrália, Jessé Mendes, Michael Rodrigues, Willian Cardoso e o argentino Santiago Muniz.

O primeiro QS 6000 do ano começou na segunda-feira com os brasileiros ganhando as quatro primeiras baterias. Uma delas foi conquistada pelo catarinense Willian Cardoso, que na quinta-feira conseguiu a primeira vitória verde-amarela no segundo confronto do dia. O jovem paulista Samuel Pupo também estava nele, mas terminou em terceiro lugar, sendo eliminado junto com o australiano Jack Freestone pelo francês Marc Lacomare. Willian agora vai disputar as duas primeiras vagas para as oitavas de final com o australiano Reef Heazlewood e uma das novidades do CT esse ano, o havaiano Ezekiel Lau.

Duas baterias após a vitória de Willian Cardoso, o cearense Michael Rodrigues e o paulista Jessé Mendes fizeram uma dobradinha brasileira sobre o neozelandês Ricardo Christie e o japonês Shun Murakami, um dos destaques do primeiro dia nas ondas de Merewether Beach. Michael vai enfrentar dois australianos no terceiro confronto da quarta fase, Cooper Chapman e Nicholas Squiers. E Jessé entra na disputa seguinte com o francês Jorgann Couzinet e o novo top da elite do CT, Frederico Morais, de Portugal, número 3 no ranking do QS em 2016.

Na sexta bateria da terceira fase, o esquadrão sul-americano sofreu a segunda baixa, do peruano Juninho Urcia, que não achou as ondas e ficou em último. Aí a praia encheu para ver a grande atração do campeonato, Owen Wright, que voltou a competir depois da grave contusão sofrida durante o Billabong Pipe Masters de 2015. O australiano ficou mais de um ano se recuperando e começou bem, com vitória na sua bateria da segunda fase na terça-feira, com o pernambucano Luel Felipe passando junto com ele.

BATERIA CATARINENSE - Mas, na quinta-feira, Owen Wright foi eliminado por outro brasileiro, o catarinense Jean da Silva, na bateria vencida por outra novidade do CT 2017, o francês Joan Duru. Nos dois confrontos seguintes, dois brasileiros entraram para disputar duas vagas contra dois surfistas de outros países. E outro australiano foi barrado por um catarinense na vitória japonesa de Hiroto Ohhara, com Yago Dora ganhando a briga pela segunda vaga de Luel Felipe e de Soli Bailey, que defendia a liderança no ranking do QS em Newcastle.

Já o ex-top do CT, Alejo Muniz, conquistou a terceira vitória brasileira da quinta-feira em Merewether Beach, mas o norte-americano Tanner Gudauskas impediu outra dobradinha verde-amarela superando o paulista Deivid Silva. Com a combinação dos resultados, uma bateria 100% catarinense acabou sendo formada na quarta fase, com Alejo Muniz, Yago Dora e Jean da Silva tendo que brigar por apenas duas vagas para as oitavas de final. 

E as duas últimas serão disputadas pelo argentino Santiago Muniz, irmão mais jovem de Alejo, que venceu a bateria que fechou a terceira fase masculina na quinta-feira. Os próximos adversários de Santiago no Surfest Newcastle serão o experiente australiano Mitch Coleborn e uma das novidades no novo grupo dos top-34 que vai disputar o título do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour esse ano, o italiano Leonardo Fioravanti.

QS 6000 FEMININO - Logo após a terceira fase masculina, foi iniciada a igualmente terceira rodada do QS 6000 Anditi Women´s Pro com a estreia das cabeças de chave do primeiro grande evento do ano na Austrália. A competição feminina foi iniciada na quarta-feira com três sul-americanas disputando a segunda fase. A chilena Lorena Fica e a peruana Melanie Giunta terminaram em último lugar nas suas baterias. Já a também peruana Anali Gomez superou a costa-ricense Leilani McGonagle e a inglesa Peony Knight, para passar em segundo lugar no confronto vencido pela norte-americana Caroline Marks. 

Na quinta-feira, Anali Gomez competiu junto com a brasileira Silvana Lima, que confirmou o favoritismo de campeã do ranking QS no ano passado. A cearense usou as manobras aéreas mais uma vez para derrotar suas primeiras adversárias do ano e a neozelandesa Paige Hareb acabou barrando a peruana, que terminou em 25.o lugar no Anditi Women´s Pro. A equatoriana Dominic Barona estreou no confronto seguinte, mas não achou as ondas e ficou em último, sendo eliminada pela americana Sage Erickson e a brasileira Carol Henrique, que participa do Circuito Mundial representando Portugal, onde mora há alguns anos. 

Silvana Lima então é a única representante da América do Sul que continua na disputa do título do primeiro QS 6000 da temporada 2017. A cearense vai brigar por uma vaga nas oitavas de final na segunda bateria da quarta fase, contra a havaiana Mahina Maeda e a japonesa Nao Omura. As duas primeiras colocadas avançam e a terceira termina em 17.o lugar no campeonato, marcando 1.050 pontos no ranking do QS e recebendo 750 dólares de prêmio.

O QS 6000 Maitland and Port Stephens Toyota Pro e o QS 6000 Anditi Women´s Pro estão sendo transmitidos ao vivo de Newcastle pelo 
www.worldsurfleague.com 

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE - A World Surf League (WSL), antes denominada Association of Surfing Professionals (ASP), tem como objetivo celebrar o melhor surf do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Samsung Galaxy Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo 
www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL já possui uma enorme legião de fãs apaixonados em todo o planeta que acompanha as performances dos melhores surfistas do mundo, como Gabriel Medina, John John Florence, Adriano de Souza, Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Greg Long, Makua Rothman, Carissa Moore, entre outros, competindo no mais imprevisível e dinâmico campo de jogo entre todos os esportes no mundo, que é o mar.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com 

----------------------------------------------------------------
João Carvalho - WSL South America Media Manager - 
jcarvalho@worldsurfleague.com
----------------------------------------------------------------

PRÓXIMAS BATERIAS DO SURFEST NEWCASTLE NA AUSTRÁLIA:

QUARTA FASE DO QS 6000 MAITLAND AND PORT STEPHENS TOYOTA PRO:
------------1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=17.o lugar com 1.050 pontos e US$ 2.000 de prêmio:
1.a: Ezekiel Lau (HAV), Willian Cardoso (BRA), Reef Heazlewood (AUS)
2.a: Ryan Callinan (AUS), Marc Lacomare (FRA), Ian Crane (EUA)
3.a: Michael Rodrigues (BRA), Cooper Chapman (AUS), Nicholas Squiers (AUS)
4.a: Frederico Morais (PRT), Jessé Mendes (BRA), Jorgann Couzinet (FRA)
5.a: Joan Duru (FRA), Tanner Gudauskas (EUA), Hiroto Ohhara (JPN)
6.a: Alejo Muniz (BRA), Yago Dora (BRA), Jean da Silva (BRA)
7.a: Jacob Willcox (AUS), Perth Standlick (AUS), Seth Moniz (HAV)
8.a: Leonardo Fioravanti (ITA), Mitch Coleborn (AUS), Santiago Muniz (ARG)

QUARTA FASE DO QS 6000 ANDITI WOMEN´S PRO:
------------1.a e 2.a=Oitavas de Final / 3.a=17.o lugar com 1.050 pontos e US$ 750 de prêmio:
1.a: Tatiana Weston-Webb (HAV), Paige Hareb (NZL), Tessa Thyssen (BLM)
2.a: Silvana Lima (BRA), Mahina Maeda (HAV), Nao Omura (JPN)
3.a: Malia Manuel (HAV), Sage Erickson (EUA), Brisa Hennessy (HAV)
4.a: Keely Andrew (AUS), Carol Henrique (PRT), Holly Wawn (AUS)
5.a: Macy Callaghan (AUS), Sophie McCulloch (AUS), Ashlee Spence (AUS)
6.a: Stephanie Gilmore (AUS), Sally Fitzgibbons (AUS), Bronte Macaulay (AUS)
7.a: Nikki Van Dijk (AUS), 1.a da 11.a bateria da 3.a fase, 2.a da 12.a bateria
8.a: Felicity Palmateer (AUS), 1.a da 12.a bateria, 2.a da 11.a bateria
RESULTADOS DAS SUL-AMERICANAS NAS PRIMEIRAS FASES DO ANDITI WOMEN´S PRO:

TERCEIRA FASE - 3.a=25.o lugar (US$ 500 e 700 pontos) e 4.a=37.o lugar (US$ 250 e 650 pts):
3.a: 1-Silvana Lima (BRA), 2-Paige Hareb (NZL), 3-Anali Gomez (PER), 4-Kobie Enright (AUS)
4.a: 1-Sage Erickson (EUA), 2-Carol Henrique (PRT), 3-Caroline Marks (EUA), 4-Dominic Barona (EQU)

SEGUNDA FASE - 3.a=49.o lugar com 400 pontos e 4.a=61.o lugar com 385 pontos:
2.a: 1-Tessa Thysen (BLM), 2-Bianca Buitendag (AFR), 3-Garazi Sanchez Ortun (ESP), 4-Lorena Fica (CHL)
4.a: 1-Caroline Marks (EUA), 2-Anali Gomez (PER), 3-Leilani McGonagle (CRI), 4-Peony Knight (ING)
8.a: 1-Ren Hashimoto (JPN), 2-Georgia Fish (AUS), 3-Freya Prumm (AUS), 4-Melanie Giunta (PER)

RESULTADOS DOS SUL-AMERICANOS NAS PRIMEIRAS FASES DO QS 6000 DE NEWCASTLE:

TERCEIRA FASE - 3.o=25.o lugar (US$ 1.300 e 700 pts) e 4.o=37.o ($ 1.200 e 650 pts):
2.a: 1-Willian Cardoso (BRA), 2-Marc Lacomare (FRA), 3-Samuel Pupo (BRA), 4-Jack Freestone (AUS)
4.a: 1-Michael Rodrigues (BRA), 2-Jessé Mendes (BRA), 3-Ricardo Christie (NZL), 4-Shun Murakami (JPN)
6.a: 1-Jorgann Couzinet (FRA), 2-Nicholas Squiers (AUS), 3-Keanu Asing (HAV), 4-Juninho Urcia (PER)
7.a: 1-Joan Duru (FRA), 2-Jean da Silva (BRA), 3-Owen Wright (AUS), 4-Mitch Crews (AUS)
8.a: 1-Hiroto Ohhara (JPN), 2-Yago Dora (BRA), 3-Soli Bailey (AUS), 4-Luel Felipe (BRA)
9.a: 1-Alejo Muniz (BRA), 2-Tanner Gudauskas (EUA),3-Deivid Silva (BRA), 4-Joshua Moniz (HAV)
10: 1-Jacob Willcox (AUS), 2-Mitch Coleborn (AUS), 3-Connor O´Leary (AUS), 4-Alex Ribeiro (BRA)
12: 1-Santiago Muniz (ARG), 2-Seth Moniz (HAV), 3-Timothee Bisso (GLP), 4-Griffin Colapinto (EUA)

SEGUNDA FASE - 3.o=49.o lugar (US$ 550 e 400 pontos) e 4.o=73.o lugar (US$ 450 e 370 pts):
1.a: 1-Yuji Mori (JPN), 2-Samuel Pupo (BRA), 3-Matt Wilkinson (AUS), 4-Jake Sylvester (AUS)
2.a: 1-Kaito Kino (HAV), 2-Marc Lacomare (FRA), 3-Torrey Meister (HAV), 4-Robson Santos (BRA)
3.a: 1-Willian Cardoso (BRA), 2-Ezekiel Lau (HAV), 3-Jared Hickel (AUS), 4-Ramzi Boukhiam (MAR)
4.a: 1-Jack Freestone (AUS), 2-Ian Crane (EUA), 3-Flavio Nakagima (BRA), 4-Luke Hynd (AUS)
6.a: 1-Ryan Callinan (AUS), 2-Michael Rodrigues (BRA), 3-Kai Otton (AUS), 4-Jackson Baker (AUS)
7.a: 1-Jessé Mendes (BRA), 2-Maxime Huscenot (FRA), 3-Joshua Burke (BRB), 4-Parker Coffin (EUA)
9.a: 1-Frederico Morais (PRT), 2-Juninho Urcia (PER), 3-Mihimana Braye (TAH), 4-Hiroto Arai (JPN)
11: 1-Jorgann Couzinet (REU), 2-Brett Simpson (EUA), 3-Evan Geiselman (EUA), 4-Thiago Guimarães (BRA)
13: 1-Owen Wright (AUS), 2-Luel Felipe (BRA), 3-Nathan Yeomans (EUA), 4-Alan Donato (BRA)
15: 1-Yago Dora (BRA), 2-Jean da Silva (BRA), 3-Bino Lopes (BRA), 4-Lucca Mesinas Novaro (PER)
16: 1-Hiroto Ohhara (JPN), 2-Joan Duru (FRA), 3-Hizunomê Bettero (BRA), 4-Lliam Mortensen (AUS)
17: 1-Joshua Moniz (HAV), 2-Alex Ribeiro (BRA), 3-Kanoa Igarashi (EUA), 4-Taylor Clark (EUA)
18: 1-Deivid Silva (BRA), 2-Jacob Willcox (AUS), 3-Cam Richards (EUA), 4-Patrick Gudauskas (EUA)
20: 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Alejo Muniz (BRA), 3-Miguel Tudela (PER), 4-Billy Stairmand (NZL) 
21: 1-Leonardo Fioravanti (ITA), 2-Santiago Muniz (ARG), 3-Brent Dorrington (AUS), 4-Alonso Correa (PER) 

PRIMEIRA FASE - 3.o=97.o lugar com 120 pontos e 4.o=121.o lugar com 75 pontos:
1.a: 1-Samuel Pupo (BRA), 2-Kaito Kino (HAV), 3-Nolan Rapoza (EUA), 4-Matthew McGillivray (AFR)
2.a: 1-Robson Santos (BRA), 2-Yuji Mori (JPN), 3-Cody Robinson (AUS), 4-Manuel Selman (CHL)
3.a: 1-Willian Cardoso (BRA), 2-Luke Hynd (AUS), 3-Rafael Teixeira (BRA), 4-Tomas Tudela (PER)
4.a: 1-Flavio Nakagima (BRA), 2-Jared Hickel (AUS), 3-Charly Martin (GLP), 4-Lucas Silveira (BRA)
6.a: 1-Kai Otton (AUS), 2-Vasco Ribeiro (PRT), 3-Cory Arrambide (EUA), 4-Joaquin del Castillo (PER)
8.a: 1-Reef Heazlewood (AUS), 2-Parker Coffin (EUA), 3-David do Carmo (BRA), 4-Nelson Cloarec (FRA)
10: 1-Kalani Ball (AUS), 2-Juninho Urcia (PER), 3-Chris Zaffis (AUS), 4-Leandro Usuna (ARG)
12: 1-Wade Carmichael (AUS), 2-Thiago Guimarães (BRA), 3-Dean Bowen (AUS), 4-Shane Campbell (AUS)
13: 1-Luel Felipe (BRA), 2-Aritz Aranburu (ESP), 3-Louis Gillick (AUS), 4-Mikey Wright (AUS)
14: 1-Kiron Jabour (HAV), 2-Alan Donato (BRA), 3-Victor Mendes (BRA), 4-Dylan Lightfoot (AFR)
15: 1-Lucca Mesinas Novaro (PER), 2-Lliam Mortensen (AUS), 3-Diego Mignot (FRA), 4-Nomme Mignot (FRA)
16: 1-Hiroto Ohhara (JPN), 2-Jean da Silva (BRA), 3-Tomas Fernandes (PRT), 4-Noe Mar McGonagle (CRI)
17: 1-Alex Ribeiro (BRA), 2-Cam Richards (EUA), 3-Tom Whitaker (AUS), 4-Marcos Correa (BRA)
19: 1-Kai Hing (AUS), 2-Alejo Muniz (BRA), 3-Marco Fernandez (BRA), 4-Oney Anwar (IDN)
20: 1-Miguel Tudela (PER), 2-Jack Robinson (AUS), 3-Shane Holmes (AUS), 4-Yuri Gonçalves (BRA)
21: 1-Brent Dorrington (AUS), 2-Sandon Whittaker (AUS), 3-Adam Melling (AUS), 4-Marco Giorgi (URU)
22: 1-Timothee Bisso (GLP), 2-Alonso Correa (PER), 3-Cody Young (HAV), 4-Eli Olson (HAV)

Nenhum comentário:

Postar um comentário