sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Surf - Volcom Pipe Pro, Mineiro é Vice -

Fonte Redação Waves -
Adriano de Souza é vice-campeão do Volcom Pipe Pro 2017. Foto: © WSL / Heff.
O jovem australiano Soli Bailey roubou a cena ao vencer o Volcom Pipe Pro, etapa do Qualifying Series finalizada nesta quinta-feira, em ondas de 2,5 metros e formação regular em Pipeline, Havaí.
Em uma decisão com poucos tubos, o atleta de 21 anos fez um bom trabalho nas direitas do Backdoor e somou 7.33 e 5.93 para superar o brasileiro Adriano de Souza, o californiano Griffin Colapinto e o havaiano Bruce Irons.
Pela vitória, Soli Bailey embolsou US$ 12 mil e somou 3.000 pontos no ranking da divisão de acesso do Circuito Mundial, assumindo a liderança com apenas um resultado. 
O australiano também quebrou um tabu no Volcom Pipe Pro. Até então, apenas três atletas haviam vencido o evento: John John Florence (quatro vezes), Kelly Slater (duas) e Jamie O’Brien.

Já Adriano de Souza fez a sua segunda final no evento. Em 2014, o brasileiro foi o quarto colocado na decisão com Slater, Wiggolly Dantas e Mason Ho. Desta vez, o campeão mundial de 2015 foi ainda melhor, mas o dia era de Soli Bailey. Mineiro terminou em segundo com notas 4.50 e 3.93, levando US$ 6 mil para casa. O atleta assumiu a mesma posição no ranking do QS com este único resultado, ultrapassando até o norte-americano Cam Richards, que já participou de três eventos com 1.000 pontos e fez duas finais na Austrália, vencendo uma prova e ficando em segundo na outra.
O último dia do Volcom Pipe Pro começou com os duelos pendentes da terceira fase. Adriano de Souza protagonizou uma das melhores atuações de todo o evento ao arrancar 9.50 e 7.00 dos juízes, saindo da água com o total de 16.50 pontos em 20 possíveis.

Na quarta fase, Jerônimo Vargas, Yago Dora, Marco Giorgi e Wiggolly Dantas foram eliminados, enquanto Adriano de Souza, Lucas Silveira e David do Carmo seguiram adiante. Destaque para a ótima performance de Lucas, autor de 8.60 e 6.83.

Nas quartas, David do Carmo seguiu atrás do havaiano Bruce Irons e Adriano de Souza também foi segundo colocado em seu duelo, vencido pelo basco Aritz Aranburu. Na briga pela classificação, Adriano b Atual campeão mundial e vencedor de quatro edições do Volcom Pipe Pro, John John Florence estava invicto na prova, mas sofreu o seu primeiro revés e deu adeus na semifinal. Em uma bateria com poucas ondas, o australiano Soli Bailey e o californiano Griffin Colapinto conseguiram a classificação nos instantes finais, somando 8.17 e 7.37, respectivamente. Pior para o argentino Leandro Usuna e John John Florence.

Na outra semi, os brasileiros Adriano de Souza e David do Carmo chegaram a ocupar as duas primeiras posições, mas nos últimos minutos Bruce Irons encontrou um bela onda e arrancou 8.93 dos juízes para pular de terceiro para primeiro, deixando Adriano em segundo, David em terceiro e Aritz Aranburu em quarto. David ficou atrás de Adriano por apenas um décimo.

O Volcom Pipe Pro homenageou ainda o atleta com mais atitude durante a competição. O troféu - em memória a Todd Chesser - ficou com o havaiano Seth Moniz.arrou Lucas Silveira e o local Seth Moniz.
Resultado do Volcom Pipe Pro 2017

1 Soli Bailey (AUS)
2 Adriano de Souza (BRA)
3 Griffin Colapinto (EUA)
4 Bruce Irons (HAV)
5 David do Carmo (BRA)
5 Leandro Usuna (ARG)
7 Aritz Aranburu (ESP)
7 John John Florence (HAV)
9 Lucas Silveira (BRA)
9 Mitch Coleborn (AUS)
9 Hank Gaskell (HAV)
9 Luke Sherpadson (HAV)
13 Koa Smith (HAV)
13 Makai McNamara (HAV)
13 Seth Moniz (HAV)
13 Brian Toth (PRI)
17 Yago Dora (BRA)
25 Jerônimo Vargas (BRA)
25 Wiggolly Dantas (BRA)
25 Marco Giorgi (URU)

Ranking do QS 2017

1 Soli Bailey (AUS) 3.000
2 Adriano de Souza (BRA) 2.250
3 Cam Richards (EUA) 2.145
4 Peterson Crisanto (BRA) 1.895
5 Griffin Colapinto (EUA) 1.880
6 Bruce Irons (HAV) 1.700
7 Ty Watson (AUS) 1.530
8 Kalani Ball (AUS) 1.500
9 Jack Robinson (AUS) 1.330
10 Timothee Bisso (GLP) 1.320


Nenhum comentário:

Postar um comentário