segunda-feira, 3 de abril de 2017

Surf - Mineirinho e Filipe se enfrentam nas quartas de Final

João Carvalho - WSL South America Media Manager_
Filipe Toledo (SP) (@WSL / Matt Dunbar).
Depois de um dia de mar clássico com morras de 10-12 pés, o domingo amanheceu com ondas menores em Main Break, mas com boas condições nas séries de 3-4 pés do fim do swell em Margaret River. Filipe Toledo usou sua velocidade e variedade de manobras progressivas para bater o defensor do título do Drug Aware Pro, Sebastian Zietz. A bateria definia o adversário do campeão mundial Adriano de Souza e a vitória de Filipe sobre o havaiano garantiu o Brasil nas semifinais do segundo desafio do World Surf League Championship Tour na Austrália. As quartas de final femininas fecharam o domingo, mas as masculinas ficaram para o último dia, com a próxima chamada sendo marcada somente para terça-feira às 7h00, 20h00 da segunda-feira em Brasília.

A atual campeã mundial Tyler Wright nem competiu no domingo, porque sua adversária, a havaiana Malia Manuel, contundiu o joelho na bateria da repescagem pela manhã. A australiana venceu o Drug Aware Margaret River Pro no ano passado e vai disputar a primeira vaga na grande final com a norte-americana Sage Erickson. 


E a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore defende a lycra amarela do Jeep WSL Leader contra Sally Fitzgibbons, repetindo a semifinal australiana da primeira etapa na Gold Coast. Sally fez os recordes do domingo, nota 9,73 e 17,60 pontos, para derrotar a tricampeã mundial Carissa Moore na última bateria do dia.



Entre os homens, só entraram no mar no domingo os que perderam na primeira rodada classificatória para as quartas de final, que fechou o sábado de grandes ondas e mar desafiador em Main Break. As condições ficaram boas para os surfistas mais ágeis, como Filipe Toledo, que usou sua variedade de manobras progressivas, lincando uma na outra com velocidade, para dominar o confronto com o defensor do título do Drug Aware Pro, Sebastian Zietz. 



O brasileiro surfou oito ondas e a melhor delas valeu nota 8,50. Há 2 minutos do fim da bateria, o havaiano Sebastian Zietz precisava quase isso - 8,54 pontos - para vencer e pegou uma boa onda para fazer grandes manobras, mas nenhum juiz deu a virada e ele recebeu nota 8,00. Filipe também computou uma segunda nota mais alta, 6,93 contra 6,33, para vencer por 15,43 a 14,33 pontos e avançar para as quartas de final. 



"Depois de ter competido duas baterias num mar bem grande ontem (sábado) com toda aquela adrenalina, hoje já poder usar uma pranchinha um pouco menor para fazer um surfe mais high-performance foi legal", disse Filipe Toledo, "Me deixou mais confiante e confortável pra poder agredir as ondas com manobras mais radicais. Quando vai chegando essas fases finais, você não tem mais o que perder, pois já tem garantido um bom resultado. Então tem que arriscar mesmo, porque a vontade é sempre estar passando as baterias pra chegar na final. Graças a Deus, está dando tudo certo, as pranchas estão boas, estou me sentindo bem e vamos pras cabeças".



ADRIANO 3 X 2 FILIPE - Filipe Toledo agora terá mais um duelo brasileiro com Adriano de Souza em etapas do CT. Será a sexta vez em baterias eliminatórias e o placar está em 3 a 2 para Mineirinho. As duas últimas foram em semifinais na temporada de 2015, quando Adriano conquistou o título mundial e venceu o Drug Aware Margaret River Pro. Filipe começou aquele ano ganhando o Quiksilver Pro Gold Coast, depois de passar por Mineirinho. O troco veio em San Clemente, onde Filipe mora na Califórnia, com Adriano seguindo para a final com Mick Fanning em Lower Trestles. 



O vencedor do tira-teima em Margaret River, vai disputar a segunda vaga na grande final do Drug Aware Pro com quem passar na bateria do sul-africano vice-campeão mundial, Jordy Smith, com o norte-americano Kolohe Andino, que vai fechar as quartas de final. Na chave de cima, que apontará o primeiro finalista, Owen Wright defende a lycra amarela do Jeep WSL Leader num confronto australiano com Jack Freestone, e o atual campeão mundial John John Florence, do Havaí, enfrenta o taitiano Michel Bourez na segunda quarta de final.



PRÓXIMA CHAMADA - Como as previsões mostram claramente que não haverá ondas na segunda-feira, a comissão técnica da World Surf League já marcou a próxima chamada para as quartas de final masculinas e as semifinais femininas para a terça-feira, às 7h00 em Margaret River, 20h00 da segunda-feira no fuso horário de Brasília. O campeonato ainda tem prazo até o domingo, dia 9, para ser encerrado na costa ocidental da Austrália. 



O Drug Aware Margaret River Pro está sendo transmitido pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo da WSL e pelo Facebook Live através da página da World Surf League no Facebook, passando ao vivo também pela ESPN+ e globoesporte.com no Brasil, CBS Sports Network nos Estados Unidos, Fox Sports na Austrália, SKY NZ na Nova Zelândia, SFR Sports na França e em Portugal e EDGE Sports Network na China, Japão, Malásia e outros territórios asiáticos. 



SOBRE A WORLD SURF LEAGUE - A World Surf League (WSL), antes denominada Association of Surfing Professionals (ASP), tem como objetivo celebrar o melhor surf do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão. 



A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, promovendo os eventos que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis.



Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL já possui uma enorme legião de fãs apaixonados em todo o planeta que acompanha as performances dos melhores surfistas do mundo, como Gabriel Medina, John John Florence, Adriano de Souza, Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Greg Long, Makua Rothman, Carissa Moore, entre outros, competindo no mais imprevisível e dinâmico campo de jogo entre todos os esportes no mundo, que é o mar.



Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com



-----------------------------------------------------------
João Carvalho - WSL South America Media Manager
(48) 999-882-986 - jcarvalho@worldsurfleague.com 
-----------------------------------------------------------



QUARTAS DE FINAL DO DRUG AWARE MARGARET RIVER PRO:
1.a: Owen Wright (AUS) x Jack Freestone (AUS)
2.a: John John Florence (HAV) x Michel Bourez (TAH)
3.a: Adriano de Souza (BRA) x Filipe Toledo (BRA)
4.a: Jordy Smith (AFR) x Kolohe Andino (EUA)



SEMIFINAIS FEMININAS DO DRUG AWARE MARGARET RIVER PRO:
1.a: Tyler Wright (AUS) x Sage Erickson (EUA)
2.a: Stephanie Gilmore (AUS) x Sally Fitzgibbons (AUS)



RESULTADOS DO DOMINGO EM MAIN BREAK 3-5 PÉS:



QUINTA FASE - Vitória=Quartas de Final e Derrota=9.o lugar com 4.000 pontos e US$ 13.700:
1.a: Jack Freestone (AUS) 14.33 x 7.70 Conner Coffin (EUA)
2.a: Michel Bourez (TAH) 15.44 x 14.20 Julian Wilson (AUS)
3.a: Filipe Toledo (BRA) 15.43 x 14.33 Sebastian Zietz (HAV)
4.a: Jordy Smith (AFR) 16.83 x 13.66 Jeremy Flores (FRA)



QUARTA FASE FEMININA - Vitória=Quartas de Final e Derrota=9.o lugar com 3.300 pontos e US$ 11.500: 
1.a: Sage Erickson (EUA) 14.76 x 10.83 Coco Ho (HAV)
2.a: Malia Manuel (HAV) 13.67 x 9.57 Johanne Defay (FRA)
3.a: Nikki Van Dijk (AUS) 14.83 x 12.70 Keely Andrew (AUS)
4.a: Sally Fitzgibbons (AUS) 16.94 x 13.00 Tatiana Weston-Webb (HAV)



QUARTAS DE FINAL - Derrota=5.o lugar com 5.200 pontos e US$ 13.875 de prêmio:
1.a: Sage Erickson (EUA) 12.60 x 12.03 Courtney Conlogue (EUA)
2.a: Tyler Wright (AUS) classificada com a contusão de Malia Manuel (HAV)
3.a: Stephanie Gilmore (AUS) 12.50 x 11.83 Nikki Van Dijk (AUS)
4.a: Sally Fitzgibbons (AUS) 17.60 x 15.90 Carissa Moore (HAV)

Nenhum comentário:

Postar um comentário