terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Surf - Jungo Feras do Mar PRO

Por Artur Silva
Esse sábado irá acontecer aqui na praia do futuro o primeiro junco feras do mar pro. Evento bem diferente , 
Serão 24 atletas , primeiro round ninguém perde, o primeiro colocado de cada bateria ira direto para o terceiro round e os demais irão para uma repescagem, e os rounds seguintes serão todos homem a homem, estilo WSL

Surf - A Historia de um Mega Swell

Fonte Surfguru
Os moradores do litoral Norte da região Nordeste estão na expectativa da chegada de um enorme swell vindo do Atlântico norte no começo do mês de março, ele deverá ser um dos mais fortes já registrados nos últimos anos.
O período de pico deste swell fica entre 16 e 18 segundos quando ele chegar ao litoral do Brasil, o que significa que ele possui uma imensa quantidade de energia se deslocando principalmente embaixo d'água. Esta energia irá aflorar na superfície quando as ondulações passarem sobre águas rasas, este efeito que é conhecido como "empinamento", ocorre quando a energia submersa das ondas são empurradas para a superfície do mar quando estas passam sobre um assoalho marinho raso. 

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Surf - Pena Paracuru Pro 2018(Ceará) em Março

Fonte Lima Junior_
Vem aí a etapa mais tradicional do surf cearense, o PENA Paracuru Pro, entre os dias 09 e 11 de março, na Praia do Ronco do Mar, abrindo os certames estadual, regional e nacional 2018. Serão distribuídos R$ 10 mil em dinheiro na bolsa de premiação dos profissionais, 1.000pts nos rankings Nordestino e Brasileiro Profissional e ainda troféus e kits para os finalistas.
Para as categorias amadoras em disputa a premiação será composta por troféus e kits para todos os finalistas e Blocos Teccel para os vencedores das 11 categorias: Open Masculino e Feminino e Longboard (sem limite de idade); Junior Masculino e Feminino (até 18 anos); Mirim (até 16 anos); Iniciante (até 14 anos); Infantil (até 12 anos); Sênior (a partir de 28 anos); Máster (a partir de 35 anos); Kahuna (a partir de 45 anos).
As inscrições podem ser feitas através de depósito bancário diretamente na conta da Federação de Surf do Estado do Ceará-CNPJ 13.544.749/0001-41 BRADESCO – AG: 769 – C/C: 18.507-8.
IMPORTANTE: Após o depósito o comprovante devera ser enviado para o e-mail amelio.junior@uol.com.br ou para o Whatsapp (85) 99986.8538.
O preço das inscrições é R$ 180 (cento e oitenta reais) para os Profissionais e R$ 100 (cem reais) para as demais categorias. As inscrições serão encerradas dia 07/03, as vagas são limitadas e NÃO SERÃO ACEITAS INSCRIÇÕES NA PRAIA.
Mais informações: (85) 99986.8538 - (85) 98853.8538 – amelio.junior@uol.com.br

Surf - Tainá Hinckel sofre acidente em Snapper Rocks e passa por Cirurgia

Fonte/Autor Bruno Vicaria_
Tainá Hinckel. Foto: William Zimmermann.
Revelação do surf feminino nacional, Tainá Hinckel sofreu um grande e doloroso susto no fim da última semana em Snapper Rocks, na Australia, em preparação para as etapas de Newcastle e Manly do QS. Um acidente quase a tirou da competição e poderia ter provocado coisa pior não fosse o rápido atendimento recebido.
Tainá acabou sendo atingida pelo bico da prancha em alta velocidade em suas partes íntimas após ter sido interceptada ao entrar em uma onda e desviar de outro surfista que remava em sua frente. Tainá perdeu muito sangue e sentiu muita dor, por conta de a região ser uma das partes mais sensíveis do corpo. No entanto após uma cirurgia e um número de pontos internos e externos, Tainá vem se recuperando e segue confirmada para as duas etapas australianas.
"Peguei uma onda em que um cara me rabeou, outro ficou exatamente na minha frente, não tinha muito pra onde ir... Para não machucar o cara que estava dando joelhinho ali na frente, me joguei da prancha para a água, quando estava lá embaixo, senti uma prancha (tenho quase 100% certeza que foi o bico) batendo bem no meio das minhas pernas", descreve Tainá, direto do hospital.
"Sangrou MUITO, até porque é uma das partes mais sensíveis do nosso corpo! Quando aconteceu eu senti MUITA dor, mas logo fui atendida pela ambulância e por um grupo de médicos muito bons no hospital. Tive que tomar três morfinas e mais alguns remédios de dores para aliviar a dor terrível! No primeiro dia foi o que mais senti desconfortável, mas agora já estou me sentindo bem melhor. Tive que fazer uma cirurgia, e tomei três pontos internos e quatro pontos externos", conta Tainá.

Surf - Lucas Chianca é o campeão do Big Wave Tour de Nazaré

João Carvalho – Assessoria de Imprensa da WSL South America_
Lucas Chianca (BRA) (@WSL / Masurel)>
O jovem surfista de Saquarema (RJ), Lucas Chianca, 22 anos, conhecido como “Chumbo”, conquistou mais uma vitória surpreendente e inédita para o Brasil na World Surf League, o de campeão do Big Wave Tour Nazaré Challenge neste domingo em Portugal. Ele foi o melhor nas ondas gigantes de 25 a 35 pés, passando dos 10 metros de altura na Praia do Norte. Lucas superou competidores bem mais experientes do que ele, que está participando apenas do seu segundo evento no Circuito Mundial de Ondas Grandes da WSL.
Na bateria final, Lucas “Chumbo” derrotou o atual campeão mundial do World Surf League Big Wave Tour, Grant “Twiggy” Baker, da África do Sul, o vencedor do Puerto Escondido Challenge 2017/2018 no México, Kai Lenny, o também havaiano Billy Kemper bicampeão do Pe´ahi Challenge, além de outras duas surpresas como ele, o basco Natxo Gonzalez e o igualmente jovem havaiano Nathan Florence, irmão do bicampeão mundial John John Florence.
“Estou muito feliz por ganhar este evento e obrigado a todos pelo apoio”, disse Lucas Chianca. “Agradeço pela oportunidade de participar deste evento e, ganhar de todos esses caras que competem tão bem nestas condições, é muito louco, quase inacreditável. Foi difícil porque, quando você recebe a chamada para os eventos do BWT, é no último minuto. Nós voamos para cá assim que recebemos a ligação, cheguei um pouco cansado e depois fomos direto para a competição no dia seguinte. As ondas de ontem (sábado) estavam assustadoras e hoje estava a mesma coisa, então foi um grande campeonato e obrigado a todos”.
Com a vitória no Nazaré Challenge, Lucas Chianca já aparece em quinto lugar no ranking do World Surf League Big Wave Tour 2018, encabeçado pelos havaianos Billy Kemper em primeiro lugar, Kai Lenny em segundo, Ian Walsh em terceiro e Makuakai Rothman. Kai Lenny abriu a grande final de uma hora de duração com uma onda fraca de 3,83 pontos. A próxima série entrou com o experiente Grant Baker dividindo o pico com Lucas Chianca. O sul-africano só conseguiu um 3,50, mas a onda do brasileiro foi melhor e valeu 7,33, a maior da bateria.
O surfista de Saquarema ainda surfou outra boa onda que rendeu 6,73 para consolidar sua primeira vitória da carreira no Big Wave Tour por 21,39 pontos. Nesta competição especial de ondas gigantes, a maior nota das duas computadas por cada competidor é multiplicada por dois. No final da bateria, Billy Kemper conseguiu ganhar notas 4,83 e 4,67 para conquistar o vice-campeonato por 14,33 pontos, contra 13,83 do basco Natxo Gonzalez, 13,23 do havaiano Kai Lenny, 12,23 do sul-africano Grant Baker e 10,89 do havaiano Nathan Florence.
Com o resultado, Billy Kemper assumiu a liderança no ranking do Big Wave Tour com 2.311 de vantagem sobre Kai Lenny, que estava na frente. Kemper também competiu nas duas provas do WSL Qualifying Series realizadas esse ano no Havaí. Ganhou o QS 1000 de Sunset Beach, ficou em 17.o no QS 3000 de Pipeline e ocupa a 15.a posição no ranking que classifica dez surfistas para disputar o título máximo do esporte no World Surf League Championship Tour.
“Eu estou na Lua agora de tanta felicidade”, vibrou Billy Kemper. “Em primeiro lugar, quero agradecer a este país, pois todas as pessoas aqui de Portugal são absolutamente incríveis e esse lugar é lindo. A recepção calorosa que vocês dão a todos nós, surfistas, é inacreditável e estou muito agradecido. Eu vim para cá com o objetivo de chegar na final e fiz o melhor que pude. Isso estava na minha mente o tempo todo, em cada bateria, em cada onda, então só agradeço por estar onde estou neste momento”.
Campeão do Nazaré Challenge 2016/2017, o australiano Jamie Mitchell desta vez ficou nas semifinais, sendo eliminado junto com mais dois destaques do sábado de ondas gigantescas na Praia do Norte, o norte-americano Peter Mel e o português Alex Botelho. Eles perderam a briga pelas três primeiras vagas na grande final para o campeão do evento, Lucas Chianca, o vice-campeão e novo número 1 do ranking, Billy Kemper, e para Nathan Florence.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Sup - Greenish Sup Fantasy

Fonte Greenish_
Tá chegando o dia do evento mais tradicional de SUP no carnaval de Jericoacoara. Prepare a fantasia e vamos brincar carnaval de um jeito bem diferente nas ondas de Jeri. Inscrições e maiores informações na @bobwindschool .

Sup - Greenish Sup Fantasy

Fonte Greenish_
Tá chegando o dia do evento mais tradicional de SUP no carnaval de Jericoacoara. Prepare a fantasia e vamos brincar carnaval de um jeito bem diferente nas ondas de Jeri. Inscrições e maiores informações na @bobwindschool .